TOQUE ESPORTIVO – COVID-19 E ARBITRAGEM NO RN

POR SÉRGIO OLIVEIRA

 

Vou repetir o que disse outro dia, porém cabe bem na situação. Tem coisas que não mudam nunca. Nem mesmo com a Covid-19 gerando medo e morte na população. O exemplo da vez são os chamados “erros” de arbitragem no futebol do Rio Grande do Norte. E olhem o cenário: Jogo decisivo, um dos grandes de Natal já eliminado da competição e o outro envolvido na partida que irá apontar o campeão do turno e o finalista do campeonato. Do outro lado, um adversário sem torcida, de menor expressão até mesmo no futebol local. O árbitro erra e, advinha que time é beneficiado? Acertou quem sempre responde, um dos grandes de Natal. E eu espero que não apareça nenhum emproado para dizer que isso é síndrome de cachorro vira lata. Essa cena tem outro nome. Enfim, vamos ao fato. Foi no jogo ABC e Santa Cruz decidindo o 2º turno e a vaga na final do certame contra o Globo. O Santa vencia, segundo tempo, 1 a 0, quando o árbitro Zandick Gondim Alves Júnior marcou pênalti. O ABC que só precisava do empate teve sua vida resolvida, 1 a 1. A falta, e as imagens da televisão mostram, aconteceu cerca de 1 metro fora da área, mesmo assim o Zandick viu penalidade máxima. O tempo passa, a pandemia mata, mas ninguém consegue resolver esse eterno problema com a arbitragem potiguar, ou seja, quando erra é quase certo afirmar que do outro lado o beneficiado tem nome de ABC ou América. Sabemos que errar é humano, o estranho é como os erros acontecem e quem tira algum benefício da situação. No futebol do RN os beneficiados parece até carimbo. Nem mesmo a Covid-19 mudou esse quadro.

 

A DIFÍCIL SÉRIE B

 

Quem leu a coluna anterior lembra da nossa conversa sobre a difícil disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. E para nossa felicidade, não conversamos besteira, pois logo na primeira rodada veio a confirmação. Sentiram o peso os três favoritos ao acesso, Botafogo, Vasco e Cruzeiro. O fogão ficou em um sofrível empate, 1 a 1, com o Vila Nova. Já o Vasco sentiu o peso do Operário-PR, 2 a 0, com o time paranaense vencendo e convencendo. Por fim o Cruzeiro. Esse foi atropelado pelo Confiança, 3 a 1. A segundona nacional é osso duro de roer.

 

É o recado, na prática, daquilo que comentamos antes da bola rolar. E tem mais, não foi aquele resultado achado. O Operário, por exemplo, dominou o Vasco do primeiro ao último minuto em pleno São Januário, estádio do time carioca. O Confiança foi outro time que botou a bola no chão e fez rolar com qualidade, no pouco que assisti da partida. Enfim vale dizer que o campeonato é longo e tem tempo suficiente para recuperação, porém as equipes derrotadas ou que empataram precisam melhorar muito para ir buscar o desejado acesso na elite do futebol nacional.

 

AFASTADO      

 

Ainda sobre o árbitro da partida entre ABC e Santa Cruz, Zandick Gondim, ele foi afastado por tempo indeterminado do quadro de árbitros da Federação Norte-rio-grandense de Futebol. A decisão foi anunciada pelo presidente da Comissão de Arbitragem, Ricardo Albuquerque. Em nota ele explicou que a decisão foi tomada após revisão do lance no qual o árbitro marcou pênalti em favor do alvinegro. Vendo as imagens pela televisão se constatou que realmente a falta foi fora da área. E muito, registre-se. Só lembrando que faltam apenas os dois jogos da decisão do certamente para acabar o campeonato. Resta saber se a punição vai se estender até a próxima temporada.

 

MANIPULAÇÃO

                     

Continuando com o tema de acontecimentos estranhos no campeonato potiguar 2021, vamos lembrar das suspeitas de manipulação de resultado. A iniciativa de apurar essa possível e grave irregularidade foi da própria Federação Norte-rio-grandense de Futebol e nós estamos esperando pelo resultado das investigações. Um futebol pobre como é o nosso, isso em todos os sentidos, e ainda somos obrigados a conviver com sérios erros de arbitragem e agora com denúncia de manipulação de resultado, fica fácil entender os motivos da péssima qualidade e, nenhum representante sequer na Série B, enquanto nossos vizinhos de Pernambuco e Ceará disputam na Série A.

 

FAVORITO

 

Depois da primeira rodada do brasileiro da Série A, olhando os resultados, apenas um dos favoritos conseguiu somar três pontos, o Flamengo. Atual campeão nacional, o rubro-negro largou com vitória contra um forte candidato ao título, o Palmeiras, 1 a 0. Assim como o Verdão paulista, os demais concorrentes mais direto para tentar derrubar a hegemonia do Mengão, cito São Paulo e Atlético Mineiro, também não venceram. O tricolor ficou no empate sem gols contra o Fluminense enquanto os mineiros perderam, 2 a 1, para o Fortaleza. Detalhe, em Minas Gerais.

 

NOVO

 

A mensagem de construir um NOVO Corinthians no Campeonato Brasileiro da Série A em 2021, não vingou. Isso falando da primeira rodada. Durante a semana a mídia paulista anunciava esse projeto, ou seja, a volta de um Timão vencedor, brigando por título e não sendo apenas um mero coadjuvante na competição nacional. No primeiro teste deu errado, o Corinthians perdeu, 1 a 0, em casa, para o Atlético Goianiense.  Assim fica difícil acreditar em dias diferentes das duas últimas temporadas, pois entendo esse jogo como um daqueles no qual já se contavam três pontos. No futebol isso não funciona muito, porém pela diferença de investimento e estrutura, podemos sim fazer esse tipo de aposta.

 

CABEÇA

 

Diz o ditado – tanto faz bater na cabeça ou debaixo do chapéu. Foi isso que fez a Conmebol ao suspender a realização da Copa América de futebol na Argentina e transferir para o Brasil. No país platino o motivo alegado são os casos crescentes de pessoas contaminadas ou morrendo por conta da pandemia da Covid-19. E no Brasil, fica a pergunta, a situação foi controlada para receber a competição? A resposta certamente será não. Então, deixaram de bater na cabeça para bater debaixo do chapéu, tudo deu na mesma. O certo mesmo era suspender a competição em 2021, deixando apenas os certames já em andamento e as eliminatórias para a Copa do Mundo. O que já é muita coisa para um momento tão delicado.

 

Rapidinhas

 

  • PRIMEIRA rodada da Série A, e já demitiram um treinador. Alberto Valentim, do Cuiabá.

 

  • COM oito jogadores convocados, Flamengo pedirá paralisação do Brasileiro. Isonomia.

 

  • BARCELONA se reforça com o argentino Aguero. Jogador deixa o Manchester City.

 

  • PROFESSOR Dedé Sampaio Barros me disse que prepara torneio de vôlei. Será em Mossoró.