Testemunha de Operação do MP é assassinada

No domingo passado, a jovem Jacimara do Nascimento Vasconcelos, 25, foi assassinada a tiros na calçada de sua residência, no bairro Nordeste, zona Oeste de Natal. Ela sofreu um tiro na cabeça e morreu ainda no local. Jacimara era uma das nove testemunhas ouvidas pelo Ministério Público, nas investigações da “Operação Citronela”, que culminou com a prisão do traficante Joel Rodrigues da Silva, o “Joel do Mosquito”, que também foi assassinado dentro de uma instituição prisional, recentemente.

Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, por volta das 15h30, Jacimaria Vasconcelos estava na calçada de sua casa, na avenida Felizardo Firmino Moura, quando dois elementos em uma moto se aproximaram e atiraram na cabeça da mulher.

O crime pode estar diretamente ligado à prisão do traficante, uma vez que em seu depoimento ao MP, Jacimara disse que não vendia ou fazia uso de entorpecentes, porém ela revelou que o tráfico de drogas na Favela do Mosquito era controlado por Joel Rodrigues e, que o pai dela, João Maria do Nascimento, atropelado e morto em 2010, por um trem em Extremoz, era “aviãozinho” do traficante, por 13 anos, e que quando vivo costumava guardar armas e drogas para Joel. A Delegacia Especializada em Homicídios (Dehom) assumiu as investigações.

Joel do Mosquito
O traficante Joel do Mosquito foi encontrado enforcado, na noite do sábado (10), dentro de uma das celas do Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes, a Cadeia Pública de Natal.