Tarifa de ônibus terá reajuste de 50% e supera o valor cobrado em Natal

Usuários que utilizam o transporte público de Mossoró foram surpreendidos ontem com o seguinte aviso: a tarifa de ônibus será de R$ 3,00, a partir de hoje. O informe da empresa Ocimar pegou de surpresa vários cidadãos, que utilizam diariamente o transporte coletivo.

“É um absurdo! Com a falta de integração, preciso pegar dois ônibus para chegar ao local onde trabalho. Antes eu pagava R$ 8 por dia para ir ao trabalho, o que já é muito caro. A partir de agora, com esse aumento, passarei a pagar R$ 12. No fim do mês, esse reajuste vai fazer uma diferença significativa no orçamento. O pior é que fomos pegos de surpresa. Isso é um desrespeito com a população”, desabafa a usuária Andreia Silva.

Com o aumento, a tarifa sofre um reajuste de 50% e passará a ser mais cara do que o preço praticado em Natal, onde o valor da passagem é de R$ 2,65. A passagem de ônibus em Mossoró também ficará mais cara que o praticado em cidades do mesmo porte em outros estados, como Campina Grande (PB), onde o valor é de R$ 2,55 e Juazeiro do Norte (CE), onde o valor é de R$ 1,90.

O aumento da tarifa de ônibus foi anunciado no dia 28 de setembro, em audiência pública realizada na Câmara Municipal de Mossoró. Na época, o então secretário de Planejamento, Josivan Barbosa, explicou que o valor de R$ 3,00 será válido enquanto a duração do período do contrato emergencial. Após a licitação, a tarifa passará para R$ 3,50, sendo reajustada anualmente em 10%.

A renovação do contrato emergencial com a empresa Ocimar por mais seis meses foi publicada na última edição do Jornal Oficial de Mossoró (JOM). Além da renovação do contrato, em julho deste ano, a Câmara Municipal de Mossoró autorizou o Poder Executivo a subvencionar até 33% do valor da passagem de ônibus dos estudantes usuários dos serviços públicos de transporte, o que representa um investimento médio de R$ 88 mil.

A equipe de reportagem do jornal O Mossoroense tentou entrar em contato com o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Charlejando Rustayne, para saber detalhes sobre o aumento da tarifa, mas não obteve êxito nas tentativas.

Estudantes preparam protesto contra o aumento da tarifa

Com a notícia do aumento repentino da tarifa de ônibus, os estudantes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) e Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) se reuniram para preparar um ato de mobilização contra a medida. O encontro ocorreu na noite de ontem, no Campus Central da Uern.

Os estudantes decidiram que irão às ruas protestar contra o aumento e, principalmente, contra a má qualidade do serviço de transporte coletivo. A expectativa é reunir centenas de estudantes para cobrar as melhorias prometidas pelo Executivo municipal.

“A Prefeitura prometeu 35 ônibus novos, sistema de integração, bilhetagem eletrônica, novas paradas, melhorias no transporte e nada disso foi realizado. O que temos é um serviço que consegue ser pior que o anterior e que agora passará a ser um dos mais caros no Nordeste”, destaca o estudante César Souza.