Assembleia para avaliar movimento grevista foi realizada hoje

Sindiserpum decide manter greve até conclusão de pagamento dos servidores

Em assembleia realizada nesta quinta-feira, 7, no Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Mossoró (Sindiserpum), a categoria decidiu manter a greve iniciada nesta semana.

Apesar da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) ter depositado hoje o vencimento de parte dos servidores, a classe continuará o movimento paredista até que todos os trabalhadores recebem os seus salários.

A presidente do Sindiserpum, Marleide Cunha, revela que alguns servidores que receberam o pagamento hoje voltaram ao trabalho, mas o sindicato garante que a greve continua. “Vamos visitar os locais em que os profissionais não receberam ainda os seus rendimentos em um trabalho de conscientização sobre este momento”.

Na próxima terça-feira, 12, a categoria também fará uma movimentação no Facebook, a partir das 15h, com a hastag #salarioemdiaprefeito. A proposta é pressionar a prefeitura para que os salários dos servidores públicos sejam pagos na data correta, sem atrasos.

Marleide Cunha informa que o sindicato irá enviar um ofício à prefeitura solicitando um calendário de pagamentos para que seja analisado com os servidores.

“Queremos acabar com essa angústia. Nós ficamos sensibilizados e revoltados com esta situação pela qual os servidores públicos de Mossoró estão passando”, declara.

PMAQ
De acordo com Marleide Cunha, o pagamento do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), que também foi feito hoje, gerou cenas constrangedoras entre os servidores. Isso porque a prefeitura não efetuou o pagamento a todos os servidores que têm direito ao prêmio.

Além disso, profissionais com o mesmo direito receberam valores diferenciados. “Há casos de servidores que receberam R$ 1.020 e outros que não receberam nada. Isto está novamente trazendo muito constrangimento para a categoria, que não sabe a razão de tamanha disparidade. Amanhã mesmo teremos que bater à porta da Secretaria de Administração para esclarecer esta situação”, revela.