Sindicato dos Portuários do RN divulga resultado final das eleições que definiram nova diretoria

NATAL/AREIA BRANCA – O Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Portuários do Estado do Rio Grande do Norte (Sinporn) divulgou o resultado final das eleições para escolha dos novos membros da diretoria da entidade representativa da categoria que atua no Porto de Natal e no Terminal Salineiro de Areia Branca.

As eleições sindicais foram realizadas no último dia 11, das 8h às 17h. As votações ocorreram dentro da normalidade democrática, com urnas nas bases de Natal e Areia Branca. Foi inscrita e registrada chapa única, encabeçada pelo atual presidente do Sinporn, Silvano Barbosa Bezerra Antas, que foi reconduzido ao cargo.

Depois de compridos todos os prazos, conforme edital de convocação do pleito e eleitoral, foi proclamada a chapa eleita para o triênio de 26 de janeiro de 2016 a 25 de janeiro de 2018, que tem a seguinte composição:

Diretoria Efetiva/Titulares: Presidente, Silvano Barbosa Bezerra Antas; Vice-Presidente, Pablo Vinicius de Sampaio Barros; 1º Secretário, Paulo Machado Fonseca Junior; 2º Secretário, Gilberto Henrique da Costa Filho; 1º Tesoureiro, Marcio Gomes de Albuquerque; 2º Tesoureiro, Franklin Roberto Bezerra; Diretor Social, Otaciano Ferreira de Paiva.

Diretoria Suplentes: Magno Santos de Farias, Jose Roberto Lisboa Junior, Renato Ewerton Câmara de Oliveira, Carlos Elzevir Ramos da Silva, Demóstenes Soares de Carvalho, Cleófas Pereira de Araújo, Ângela Maria Araújo Damazio.

Conselho Fiscal/Titulares: Georgino Barros, Luiz Gonzaga da Costa Neto, Jairton da Silva e Carlos Magno Lacerda de Freitas. Suplentes: José Augusto Salviano de Souza, Jose Félix de Castro, Maria Salete Pereira e Jose Humberto Chacon de Matos.

Delegados representantes junto a Federação Nacional dos Portuários (FNP)/Titulares: Miguel Ângelo Bichão de Medeiros e Ruy Rogeres Pereira Lopes. Suplentes: Pablo Niro Cavalcante e Carlos Antonio da Silva.

O Sindicato dos Portuários do RN é filiado a Federação Nacional dos Portuários (FNP) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT).