Sérgio Oliveira

A situação financeira do Potiguar hoje e suas projeções para o próximo ano não são diferentes do que eram em setembro quando aconteceu eleição para presidente do clube e Benjamim Machado colocou seu nome para ocupar o cargo. Ele sabia o que iria encontrar pela frente, por isso, estranho agora falar em pedir licenciamento do Campeonato Estadual. Porém, existe uma verdade em tudo isso: ele não pode comandar tudo sozinho. Certamente alguém ou, algumas pessoas prometeram apoiar na árdua missão de dirigir um clube de futebol profissional, então, quem assim procedeu, que mostre sua cara e trabalhe. Ninguém tem o direito de exigir de Benjamim e a diretoria do Potiguar qualquer sacrifício, principalmente se levar prejuízo à vida particular de cada um, da mesma forma, a torcida do Potiguar não pode passar pelo vexame de ver seu time sendo montado e dias antes de começar a trabalhar pra valer para o campeonato alguém chega e fala que não tem condições de seguir em frente. Futebol é coisa séria.

CONCORRÊNCIA

Depois de se falar no treinador Sampaoli, hoje na seleção do Chile, como nome que interessa ao Flamengo, a diretoria do São Paulo voltou a pensar no técnico. E essa, para os cariocas, é uma concorrência forte. Tanto financeira quanto administrativa. É mesmo organizado. Sejamos verdadeiros.

NORMAL
Esta semana o treinador Dunga, da seleção brasileira, quebrou o silêncio e falou da “sombra” em que se transformou o treinador Tite, principalmente depois de conquistar, com folga, o difícil Campeonato Brasileiro da Série A. Dunga entende ser normal, pois sempre existiu e existirá essa situação, seja quem for o treinador da seleção.

PROBLEMA
Como fica a cabeça, por exemplo, dos jovens jogadores que esperam uma oportunidade no futebol profissional, acertam com a diretoria e, logo depois escutam o presidente do Potiguar falar que pode abandonar o campeonato? É preciso pensar nisso tudo. São atletas que podem perder tempo confiando em uma situação ameaçada de desaparecer. Até o treinador Bira Lopes nesse momento deve estar pensativo.

RELIGIÃO
Mais uma vez teremos o esporte abençoado pela fé, misturando sua importância com a força da religião. No final de semana, depois da cavalgada realizada semana passada, teremos corridas pelas ruas de Mossoró como parte da programação da Festa de Santa Luzia. Sucesso ao professor Onesimar e sua equipe.

PENEIRÃO AGRADOU

Não poderia ser diferente, pelos resultados previamente anunciados e, mesmo antes de fechar o trabalho, a diretoria do Baraúnas já avalia como sucesso a série de peneirões realizados em cidades da região Oeste potiguar. Foi o que adiantou esta semana o gerente de futebol do clube tricolor, Zezinho Mossoró.
Ainda não aconteceu uma reunião específica para tratar do assunto, mas, segundo Zezinho, o peneirão agradou e deverá render ao Baraúnas bons frutos, em termos de jogadores de qualidade para o futuro. Já no estadual do próximo ano alguns terão suas primeiras oportunidades de serem testados pra valer.

ACDP

Com o grito de socorro dado pelo presidente do Potiguar, já que a saúde financeira do clube anda debilitada, mais uma vez surge o questionamento sobre o monstrengo em que se transformou a sede social, ACDP, na área central de Mossoró. E pergunta-se: Não seria melhor vender esse patrimônio e reverter o dinheiro em favor do futebol, único que restou do glamour do passado que foi a ACDP? Pensem nisso e, salvem o Potiguar.

DIANTE do assédio do Real Madrid, pai de Neymar diz que ele fica no Barcelona.
NA Turquia o time de Márcio Mossoró faz boa campanha na temporada.
TALENTOSO, o jornalista Ramon Nobre produz um blog de qualidade sobre o esporte mossoroense.
QUEM quiser, os jogadores Leandro Damião e Júlio Baptista estão desempregados.