Sérgio Oliveira

Dinheiro, influência com bom trânsito no meio político e empresarial, claro, com uma boa dose de conhecimento administrativo. Assim vejo como necessário para assumir a direção de um clube de futebol, principalmente em um Estado carente de investimentos na área esportiva, como é o Rio Grande do Norte. Uma prova é, enquanto em grandes clubes do futebol brasileiro cartolas ficam bem de vida, exemplos são muitos, nos clubes de menor fama, dirigentes passam a enfrentar dificuldades financeiras, quando se empolgam. Tem caso assim inclusive em Mossoró. Então, para não sofrer maiores prejuízos, só levando as qualificações citadas no início do texto, fora isso, tudo não passa de boa vontade e, fazer futebol hoje com o tal do abnegado, não funciona mais. Por isso admiro a coragem de alguns e lamento pelo clube que só tende a viver mais dificuldades nestas condições.

APOIO

A pretensão de Zico em disputar a presidência da Fifa ganhou um apoio moral importante. Em visita à Índia, Pelé se manifestou favoravelmente ao nome do brasileiro, e isso deve ter um peso considerável, dado o prestígio internacional da dupla. Segundo o próprio Zico, o momento é de buscar esse tipo de apoio para chegar naqueles que votam.

BONITO
Pois diga. O árbitro Guilherme Caretta de Lima pediu dispensa do quadro de árbitros da CBF. O melhor árbitro da temporada em São Paulo disse que se sente discriminado pelo fato de ser bonito. Olha, quando pensamos que o grau de marmota foi atingido, a turma se supera. O bonitão disse que não apita na CBF enquanto seu algoz Sérgio Corrêa estiver presidindo a comissão.

CRISES
Confronto das crises. De um lado o São Paulo vivendo sérios problemas administrativos, com queda de presidente, e do outro tem o Vasco da Gama por tudo que todos já sabem. Então, olhando este jogo de hoje no Morumbi só posso resumi-lo como o clássico da crise. Agora é saber quem se afunda um pouco mais ou quem se sente temporariamente aliviado.

ELIMINATÓRIAS
Depois de uma reunião no Rio de Janeiro com cartolas da CBF, o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol voltou animado e confiante ao RN. Recebeu a promessa de que um dos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias será disputado em Natal, na Arena das Dunas. Quem assim seja.

OS TEMPOS MUDARAM
Quando Eurico Miranda resolve denunciar um escândalo é porque os tempos mudaram mesmo. Depois de passar o Campeonato Carioca calado, satisfeito com a arbitragem que só “errava” a favor do Vasco, o cartola resolveu soltar o verbo no Campeonato Brasileiro.

No empate com a Chapecoense, por exemplo, disse que foi um escândalo a arbitragem e, no conjunto da obra, deitou falação em cima da CBF. Embora seu time esteja na zona do rebaixamento, praticamente desde o início da competição, ele resolveu culpar os árbitros e a CBF. Não lembra quando disse que não precisa contratar e, não haveria rebaixamento. Então, quem é o culpado?

DISPENSANDO
Não tendo outra alternativa, a diretoria do América-RN  passou  a  semana  dispensando  jogadores. É  difícil cobrar qualquer sacrifício de manter o grupo em atividade, só treinando. Pode até usar a base e, algum jogador que resida em Natal do time principal para tentar amistosos em cidades do interior, fora isso, tem razão em desmontar agora e voltar só em dezembro ou janeiro.

Ouve-se uma forte vaia no Nogueirão. Autoridade que não cumpre compromisso. Arrocha prefeito.
ESTADUAL terá jogos pela manhã, 9h30. Só em Natal. Já pensou em Mossoró?
PARA 2016, Botafogo-RJ começa valorizando jogadores da base. Será que sustenta? É difícil.
ATROPELADO pelo Figueirense, 3 a 0, Fla encara o Inter hoje.