Sérgio Oliveira

Ansiedade e, uma luz quase apagada no fim do túnel. Assim começa a primeira das cinco últimas rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B para o time do ABC. Vencer, de preferência os cinco jogos restantes, e torcer que seus concorrentes não façam o mesmo, é a missão alvinegra que, ao longo da competição não conseguiu se impor. Até tentou, não vamos desconhecer isso, mas a sua limitação técnica, bola cantada desde a temporada passada, não permitiu que isso viesse acontecer. Assim, a melhor aposta do momento para quem colocar seu dinheiro em jogo é apostar tudo na possibilidade do rebaixamento, embora matematicamente ainda exista fraca possibilidade de acontecer diferente. Claro, pensando no futebol potiguar, melhor seria o alvinegro permanecer e, mantemos nossa torcida para que aconteça, porém como observador e pitaqueiro da cena futebolística, a crença é a mínima possível. Isso é fato, e devemos analisar iluminados pela luz da razão e não da emoção.

COMEÇO

Em Ceará-Mirim, o Globo se antecipa a todos os concorrentes e já começou preparação para o Campeonato Estadual 2016. Trabalha inicialmente seus atletas de base, oriundos das competições que acontecem na cidade, que, inclusive, através de emenda do deputado Beto Rosado, deve receber, o trabalho de base em Ceará-Mirim, a quantia de R$ 500 mil.

HOMEM
O homem debaixo do capacete e o piloto arrojado nas pistas. Estes foram os motivos citados pelo inglês Lewis Hamilton para admirar o brasileiro Ayrton Senna. Realmente, são valores que cativam e, Senna tinha de sobra. Bom caráter como cidadão e extraordinário piloto de corrida. As manobras diferenciadas de sua pilotagem cativaram Hamilton que disse, “eu me sentia assim desde o kart”. Dia 15 tem o GP do Brasil e o inglês sabe cativar a torcida.

ARBITRAGEM
A Federação Carioca questiona o árbitro paulista Alex Ang Ribeiro que já criou problemas para o Vasco, favorecendo o Goiás, e, depois de passar um tempo fora, volta exatamente em um jogo do Goiás contra um time carioca. Próximo jogo do Flamengo será contra o alviverde goiano e a sua indicação irritou a Federação Carioca que questiona a postura da CBF.

CANDIDATO
O treinador e diretor de futebol Ferdinando Teixeira tem tudo para trabalhar mais uma temporada no ABC. Em Natal corre rumores de que seu filho pode ser candidato a presidente do alvinegro e, claro, existindo sua eleição, Ferdinando deve emprestar seus conhecimentos ao filho. Se for na base do tal pai, tal filho, o alvinegro estará bem entregue.

SORTEIO E TRANSPARÊNCIA

Ficou até engraçado, para não dizer outra coisa, a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) falar em transparência ao propor sorteio para definição dos jogos das duas fases do Campeonato Estadual. Ora, o estrago já foi feito, quando definiu para Natal os jogos decisivos das duas fases, ou seja, acabou o direito da decisão em partidas de ida e volta.
Por exemplo, se um finalista da fase for o time do ASSU e o outro for o América-RN, o jogo único será em Natal. Seria justo e democrático manter jogos de ida e volta ou, se fosse o caso, realizar o sorteio do local da decisão em jogo único. Agora, como os jogos das duas fases serão de ida e volta, é indiferente essa questão de sortear sua ordem. Infelizmente, e não entendo o motivo, os dirigentes, principalmente do interior, se calam.

ARTILHEIRO

O tempo não para, mas, quem vai parar o atacante e artilheiro Quirino? Bom, por enquanto ele vai vencendo o time do tempo e, sendo assim, a missão de tentar botar um freio em suas investidas fica por conta dos zagueiros. O jogador anuncia sua pretensão de disputar mais uma temporada no Campeonato Estadual, agora em 2016. Seu próximo time pode ser o Alecrim, pelo qual, pretende marcar gols e, quem sabe, atingir a meta de 100, no RN. Já chegou aos 60 e quer mais.

NO Baraúnas, Cícero Ramalho e Agnaldo Fidelis colaboram no peneirão de jogadores.
ONTEM elogiei a iniciativa. Hoje parabenizo pelos observadores.
POUCO ou muito, sempre tem investimento. Não existe futebol sem dinheiro.
AMÉRICA, novos dirigentes falam em resolver questões internas. Resolvam logo, pois reflete no campo.