Sérgio Oliveira

A falta de compromisso e de respeito. O que aconteceu no Flamengo, quando cinco jogadores foram flagrados na farra irrigada a cachaça e mulheres em plena semana de trabalho é um retrato do futebol quando não se tem mais atletas comprometidos e identificados com o clube e a sua torcida. Hoje, entre os mais famosos, podemos contar alguns que realmente mantêm essa tradição, mas na maioria a realidade, infelizmente, é essa do episódio em destaque na mídia nacional. E, entre outros motivos de personalidade mesmo, essa situação ganhou corpo a partir do momento em que os clubes deixaram de aproveitar  os  atletas  de  suas  bases   na equipe principal. A política agora é revelar e vender. Lembro que em outros tempos, dos 11 titulares mais da metade era atleta do próprio clube, revelado em suas bases, hoje esse é um produto raro. E, sem essa identidade, vem junto a falta de compromisso de profissionais que não respeitam sequer suas próprias carreiras.

EMENDA 2

A emenda do deputado mossoroense Beto Rosado favorece não só o futebol amador de Ceará-Mirim. Como se sabe, as competições ali realizadas terminam por revelar valores que são aproveitados pelo time do Globo no Campeonato Estadual. Um gesto positivo do parlamentar que poderia ser ampliado para outros municípios.

HISTÓRICA
Na véspera do ano olímpico, uma marca histórica já foi registrada. O time masculino da ginástica brasileira conseguiu, pela primeira vez, se classificar para os jogos. O feito aconteceu na quarta-feira, 28, no Mundial de Glasgow. É esperar agora que Diego Hipólito e sua turma façam bonito no Rio de Janeiro e terminem com ouro no peito.

AZUL
O torcedor do Baraúnas já viu seu time entrar em campo vestindo camisas na cor laranja e agora a surpresa será para o torcedor do Potiguar. Não será laranja, mas o terceiro uniforme do “Time Macho” já foi apresentado e vem na cor azul. Aliás, faço o registro, ficou bonito. Se é para vender e gerar renda para o clube, é bom usar em um dos seus jogos no Estadual.

EMENDA
O deputado federal Beto Rosado, de acordo com notícia publicada no site do Globo FC, de Ceará-Mirim, destinou, através de emenda, o valor de R$ 500 mil que será usada na reforma de campos de futebol desta cidade. Ele participou de um evento promovido pelo clube, tendo à frente o presidente Marconi Barreto.

FICANDO PARA TRÁS
Esta semana ouvi de um leitor a frase: “O futebol de Mossoró vai ficando para trás”. Na mesma avaliação, pelas suas previsões, teremos como tripé de favoritismo no Campeonato Estadual 2016, as equipes do ABC, América e Globo, este da cidade de Ceará-Mirim. Tais observações me deixou pensativo.

Olhando a cena do futebol potiguar mais recente, me parece que o rapaz tem suas razões. E, depois de ouvir as posições das novas diretorias de Potiguar e Baraúnas, sinto que a tendência é o quadro acima se confirmar. Mas, como a esperança se renova a cada recomeço, fica a expectativa de possíveis mudanças e o futebol de Mossoró volte a ser competitivo.

MELHOR
A história do vinho, quanto mais velho melhor, bem que poderia ser usada para se fazer referência ao jogador Ricardo Oliveira, do Santos. A temporada 2015 tem sido um diferencial em sua carreira pelo futebol que vem jogando e os gols que tem marcado.

AMANHÃ pode ser o tiro de misericórdia no ABC. Reage alvinegro.
DISPUTA acirrada pelo cargo de presidente da Fifa. Registrados 7 candidatos.
NO estádio do Corinthians, quem quiser organizar uma “pelada” é só pagar R$ 45 mil.
ALÉM da punição pela farra, o jogador Paulinho deve ser dispensado do Flamengo. Não fica para 2016.