Sem solução de continuidade

Num curto período de dois anos a Prefeitura de Mossoró já empossou o quarto secretário de Administração. Isso vem contribuindo para as coisas não terem solução de continuidade. O próprio Sindicato dos Servidores Públicos Municipais  de Mossoró – Sindiserpum, sente dificuldades para dialogar, pois cada secretário que empossa significa um novo começo.  Ademais, e isso é natural que ocorra, cada secretário tem uma maneira diferente de encarar os problemas e assume cada um a sua filosofia pessoal de trabalho. Essa instabilidade no comando da pasta não é boa para os diferentes assuntos encaminhados.

JORNAL DAS CINCO
Os jornalistas Tácio Araújo e Fábio Oliveira com o seu “Jornal das Cinco” (das 17 às 18 horas de segunda a sexta-feira pela FM-105, a Santa Clara) terminaram por criar um novo hábito de audiência de rádio naquele horário. O noticioso criado por eles alcança mais e mais picos de audiência a cada dia.

ANTÔNIO LUZ
O médico Antônio Luz, mossoroense da gema (hoje residente em Natal), foi quem introduziu o serviço de radiologia na medicina local. E também em priscas eras dirigiu o serviço de tuberculose em Mossoró. Hoje em dia reside na capital e já alcançou os seus 95 anos de idade.

COPA
Sou levado a concordar com Erasmo Firmino “Tio Colorau”: “Não é má ideia torcer para que o Brasil fique fora da Copa do Mundo que será disputada na Rússia em 2018. São várias as razões: econômicas, políticas, futebolísticas, etc.”. É mesmo.

LICENÇA
A licença pedida pelo vereador Flávio Tácito (“Flavinho”) para cuidar de sua saúde será de apenas 15 dias. Ele já deixou o hospital e segue de repouso absoluto, em casa. “Flavinho” foi acometido de um enfarte.

TÁXIS
Vocês, leitores, já observaram como quase não se ouve mais falar nada em relação aos táxis de passageiros vindos de outras cidades para Mossoró? O assunto praticamente desapareceu das manchetes. Os táxis-lotação teriam se recolhido? Nada disso. Simplesmente o tema deixou de ser tratado pela PMM com tanta austeridade.

PROGRAMAS
Já está na hora de aparecer alguém para contar a história do rádio mossoroense em livro, uma história que já se alonga por mais de meio século (são 65 anos). É uma pena que os dias e os fatos estão se passando e nada da história radiofônica de Mossoró ser botada ainda no papel.

RÁDIO
Numa roda de amigos onde conversávamos ontem sobre a história do rádio mossoroense, surgiram alguns memorialistas que deram a sua contribuição com os nomes e apresentadores de programas do passado. Rádio Difusora (1950): Ajude-nos a servir, com Genildo Miranda; Vesperal das Moças, com Genildo Miranda (programa de auditório); Página do Diário, com Paulo Gutenberg; Bazar da Alegria, com Aldenor Nogueira; Bom Dia Mossoró, com José Antônio; Notícias da Cidade, com Genildo Miranda.

TAPUYO
Na Rádio Tapuyo (1955) que foi a segunda emissora mossoroense (hoje chamada RPC) havia: O Prato do Dia, escrito por Jaime Hipólito Dantas e apresentado por Souza Luz; Boa Noite para você, com Jorge Ivan Cascudo Rodrigues: a Escola da Maroquinha, com Ivanilda Linhares; 4-7-6 o Telefone do Sucesso, com Canindéh Alves e tantos e tantos outros.

RURAL
Na Rádio Rural de Mossoró, que já veio numa etapa bem posterior (1963), havia: Rural, sua amiga, com Jacy Gurgel; Os Brotos se Divertem, com Emery Costa; A Tarde é Nossa, com Emery Costa; O Comentário da Rural, com o padre Américo Simonetti; Rural às suas ordens, com Seu Mané, Notas e Avisos,= com Seu Mané; Festa em seu lar, com Ezequiel Fonseca; Cinema no lar, com Demilson Santos e muitos outros.

RESTAURANTE
Próxima previsão para a abertura de uma unidade de Restaurante Popular no Campus Central da Uern: 30 dias. Ele vai propiciar 650 refeições/dia ao preço de 1 real. Vai contemplar estudantes da própria Uern, claro, e moradores das regiões limítrofes.

O JARDIM SECRETO
A Academia de Danças do Shekiná volta ao Teatro Dix-huit Rosado para apresentar dias 27, 28 e 29 deste mês o espetáculo de ballet denominado “O Jardim Secreto”. Nos dias 27 e 28 às 20h, e no dia 29 às 17h e às 20h. As vendas de ingressos estão sendo feitas na própria Academia Shekiná e no Teatro Dix-huit Rosado.

SAL
A Codern fixou a sua meta de exportação de sal para este ano de 2015. A empresa espera exportar, via Porto-Ilha de Areia Branca só neste ano 1 milhão e 900 mil toneladas de sal. E a meta para 2016 é de 2 milhões e 500 mil toneladas.

CONCRIZ
Em sua décima primeira edição a transcorrer neste ano de 2015 o Festival de Teatro da Uern – o Festuern, listou sua relação de homenageados. Dentre eles está José Antônio da Silva mais conhecido como “Concriz”, famoso embolador de coco de nossa cidade.

MISERICÓRDIA
No dia 13 de dezembro, dia de Santa Luzia, neste ano, dom Mariano Manzana, bispo diocesano, vai abrir as portas da Catedral inaugurando assim as celebrações do Ano da Misericórdia. Este evento se seguirá ao mesmo ato presidido no dia 8 de dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição, pelo papa Francisco abrindo o Ano da Misericórdia no Vaticano.