Sarau das Letras – uma marca vitoriosa

Editora Sarau das Letras está alcançando uma marca vitoriosa com o emblemático comando de Clauder Arcanjo e David de Medeiros Leite. Ela está celebrando os seus dez anos de existência. No dia 7 de dezembro vindouro, uma segunda-feira, às 18 horas, na Academia Norte-riograndense de Letras, na rua Mipibu, 443 – em Natal, eles levarão para aquele local, na capital, para lançamento do livro “Sarau das Letras – Entrevistas com escritores”. Esses dois editores da Sarau das Letras estão fazendo nos dias atuais um trabalho que certamente estaria sendo feito por Vingt-un Rosado.

PAULO MENEZES
Nosso conterrâneo Paulo Menezes foi convocado a Brasília na semana passada. Na condição de um dos maiores produtores do Mel da Abelha Jandaíra no Rio Grande do Norte, ele foi participar da última reunião do ano da Câmara Setorial do Mel do qual é um dos integrantes.

JÚLIO JOSÉ
Invariavelmente encontrava-me com ele nos estúdios da Rádio Rural de Mossoró. E até já o havia entrevistado no “Ponto Por Ponto”. Faleceu na última sexta-feira e foi sepultado no mesmo dia o pernambucano Júlio José, 66 anos de idade. Nosso pesar à família do colega radialista que na Rural apresentava o “Momento Esportivo”.

“TIDÓ”
Raimundo Vieira de Melo era um dos remanescentes daquela Tibau de antigamente. Caso eu não esteja equivocado, certa vez ele me disse que era natural de Carnaubais. Meu vizinho durante longos anos em Tibau. Brincamos velhos carnavais.

“TIDÓ” II
Inventamos até uma marchinha. Eu (brincando) cantava assim: “….Cachaça ainda mata um “corno” desses….” (me dirigindo a Tidó) e ele respondia (faltava-lhes coragem para me tratar de corno)….”cachaça ainda mata uma “praga” dessas….” Saudades do meu amigo de “cervejadas” de outrora que já estava com 91 anos de idade. Minha homenagem à sua memória.

DIOCESANO
Padre Charles Lamartine dá a boa notícia: o novo estacionamento do Diocesano está caminhando a todo vapor. Uma ótima providência esta que está adotando a direção do nosso querido e velho Diocesano (115 anos), mas sempre se renovando Colégio Santa Luzia.

MANGUEIRA
Aquela velha e histórica mangueira do Colégio Diocesano Santa Luzia está preservada. Foi dela que o aluno Carlos Augusto de Souza Rosado (marido da ex-governadora Rosalba Ciarlini) tirou umas mangas verdes e lhe foi prescrito um castigo para escrever mil vezes a frase “Eu não devo tirar mangas verdes”. No outro dia, dona Adalgisa Rosado (mãe de Carlos) mandou uma bacia cheia de mangas rosas para o Colégio.

HISTÓRIA
Essas e outras são histórias saídas daquele prédio para onde nós fomos no dia 9 de junho de 1956 (eu tinha apenas 10 anos de idade e estava cursando o quinto ano de admissão do velho Santa Luzia). Minha professora era Joana Darc Cascudo Rodrigues (dona Darquinha), irmã de João Batista Cascudo Rodrigues, de Jorge Ivan Cascudo Rodrigues e de José de Arimatéa Cascudo Rodrigues.

AEROPORTO
O governador Robinson Faria foi vítima do nosso pobre aeroporto Dix-sept Rosado que ele não recuperou. Na vinda de Natal para ir a Baraúna e adjacências, ele desceu aqui, mas para retornar a Natal teve que ir iniciar o voo em Aracati (Ceará). Quem diria?!

AEROPORTO II
Esse aeroporto não servirá apenas a Mossoró. Segundo Aluísio Barros, ele servirá à Costa Branca e ao Médio e Alto Oeste. Somente um governador de visão de futuro poderá dotar Mossoró de um aeroporto com essas finalidades. E o resto é papo furado para boi dormitar (com licença, Canindé Queiroz).

LULA
Nosso jornalista William Robson achou de descobrir um livro de autoria de Crispiniano Neto na Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi, em Florianópolis: “Lula na Literatura de Cordel”. Best Seller. Valeu, William Robson.

ATRASO
Hoje começará um novo mês e o fato é que, pelo sim, pelo não, a Prefeitura de Mossoró não conseguiu quitar toda a sua folha de pessoal referente ao mês de novembro passado. Os cargos comissionados estão ouvindo a promessa que o seu desembolso salarial sairá neste dia 3 de dezembro. Acreditas?

SUJO
O piso da praça Vigário Antônio Joaquim, logradouro que acolhe a festa de Santa Luzia, está mais sujo do que chão de oficina (vocês já viram chão mais sujo?). Não bastasse isso, várias pedras do mesmo piso já quebraram ou se soltaram. Aquilo lá está feio e recomenda muito mal a gestão mossoroense.

CHUVAS
Pela primeira vez as previsões emitidas pelos meteorologistas e pelos que fazem “experiências” coincidem. Todos estão prevendo uma boa quadra invernosa para o nosso sofrido “Rio Grande Sem Sorte”. Essas previsões indicam que já entre 10 e 15 deste mês de dezembro deverão cair as primeiras chuvas em território potiguar. Que falem pela boca de um anjo.

DONA TÊCA
Ricardo Maia abre as portas do seu novíssimo restaurante “Dona Têca”, unidade do bairro Costa e Silva, exatamente hoje, às 19 horas e 30 minutos, na avenida Jorge Coelho de Andrade. Ele estará ocupando o espaço onde anteriormente foi a casa de morada de Vingt-un Rosado. Instalações amplas, modernas e bonitas.