Salve o Bolsa Família

O Governo Federal tem investido para fortalecer a imagem do programa Bolsa Família. Em 12 anos de existência, o programa retirou mais de 5 milhões de pessoas da extrema pobreza e tornou-se referência mundial no combate à fome, mas corre risco de sofrer enfraquecimento com cortes motivados pela crise econômica e política que cerca o País. Nesta semana, o Relatório de Desenvolvimento Humano 2015, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), destacou o Bolsa Família como essencial para a redução da pobreza multidimensional, por promover acesso à saúde, educação e assistência social. O índice de pobreza multidimensional leva em conta as condições de saúde, educação e padrão de vida. De 2006 a 2014, a porcentagem de brasileiros sem acesso a itens básicos de assistência social passou de 4% para 2,9%, uma redução de 27,5%. Resta saber o que será feito para manter o programa com sua força, num momento de dificuldade generalizada.

Inferno astral
O dia de ontem emplacou como o quarto seguido com grandes problemas cercando o governo do prefeito Francisco José Jr. Desde a vaia registrada no encerramento da festa de Santa Luzia, o prefeito teve que administrar o impacto do rompimento com o vice e ontem coo um operação que investiga corrupção no seu governo.

Na lama
Segundo o Ministério Público a secretaria de Mobilidade Urbana se configurava como um grande centro de corrupção com o uso indevido de diárias e eliminações de multas “pior debaixo do pano”. O caso reforça o real papel dos radares “camuflados” espalhados pela cidade. Uma vergonha.

Crise seletiva
O prefeito Francisco José Jr agiu rápido e decidiu afastar todos os envolvidos com o caso. A ação do prefeito não elimina a imagem de que o mesmo não sabe o que tem ocorrido no governo. A farra das diárias é escandalosa e pelo que vimos ontem, pode está encravada em outros setores do governo, em crise e com cortes por falta de dinheiro. Crise seletiva.

Malabarismo
O ano está acabando e em algumas prefeituras o malabarismo é grande para pagar o décimo terceiro salário e vencimentos do mês. Em algumas o atraso no pagamento do salário já é uma realidade. A tendência é de que o ano comece com dificuldades ainda maiores.

Contra o racismo
Desde ontem, os brasileiros têm uma nova forma de denunciar crimes de racismo. O Disque 100, serviço do governo federal para receber denúncias de violações de direitos humanos, passa a contar com dois módulos novos.

Módulos
Um módulo receberá denúncias de violações contra a juventude negra, mulher ou população negra em geral; e outro módulo específico para receber denúncias de violações contra comunidades quilombolas, de terreiros, ciganas e religiões de matriz africana.