Reflexões teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO – A política.

“Não há nada de errado com aqueles que não gostam de política, simplesmente serão governados por aqueles que gostam” (Platão).

 

VENCENDO O EU

Na longa estrada que tenho caminhado, venho observando as diversas batalhas que enfrentamos como seres humanos, na peregrinação do crescimento espiritual e como pessoa humana. Uma dessas batalhas, talvez a maior, é aquela que somos convidados a vencer nosso próprio eu, que tanto se manifesta nas horas erradas e traz consequências dolorosas.

Esse inimigo, o eu, nos levar a ficar entre o nosso querer fazer e o fazer o certo. E no instante em que o eu, domina, agimos impensadamente, e logo, percebemos que o eu, foi maior que o certo a fazer. E essa é uma guerra constante, de todos os dias, todas as horas, todos os minutos e segundos.

Para vencermos o eu, que é a mãe do orgulho, e irmão do “ego latente” devemos fixar o nosso olhar para Cristo Jesus, e escrevemos na tabua do coração o conselho bíblico que diz: “Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou , tornando obediente até a morte e morte de Cruz. Pelo que Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome. (Fl. 2:5-9).

É exatamente, o eu, que leva os grandes homens a caírem do local de honra que Deus os colocou. Visto que, o seu eu, é capaz de inflar o seu ego de tal forma, que ele, não se reconhece mais, e o orgulho e a prepotência encontra em seu coração lugar central.

Bons homens e mulheres são vencidos pelo egoísmo do eu, por não conhecerem as três perguntas que são fundamentais no percurso da vida e no domínio do eu, que são: Como posso vencer algo que está tão impregnado em mim? Como vencer algo que é parte de quem eu sou? Como vou conseguir falar não para mim mesmo?

Caros amigos leitores, muitos que acompanham minha jornada, já compreenderam que encontro respostas para minhas inquietações no Juiz do universo e Rei de todos, Cristo Jesus. Então, não ignore o meu pensar, visto que, encontro confronto, paz e orientação nas Sagradas Letras. E ela, nos ensina que para vencer o eu, precisamos ter um objetivo claro. Vejamos o que dizer as Sagradas Letras: “Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me”. (Lucas 19:23)

Aplicando a exegese teológica, encontramos nesta passagem bíblica duas vezes, de forma oculta, o objetivo para vencer o eu. Vejamos: “Se alguém quer vir após mim” – objetivo! “a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me” – o caminho para atingir aquele objetivo!

De forma direta e clara, é impossível vencer o eu, que tantos males trás, há não ser por meio de buscarmos agradar ao Rei universal e segui-lo… e desta maneira o verdadeiro sentido da existência encontra o seu objetivo. E assim, criaremos forças para vencer o nosso eu e fazer o que é adequado. Ou seja, quando estamos ligados a fonte de sabedoria do eterno fanal, o nosso objetivo nos estimula a fazer o que é sensato e justo! E desta fonte, obtemos forças para vencermos o nosso eu e conseguirmos na longa jornada da vida sendo fortes e sensatos.

 

LANÇAMENTO DA REVISTA ACONTECE

ACJUS – os confrades Wellington Barreto – titular da cadeira 01, Charles Lamartine – titular da cadeira 50, estiveram no lançamento da Revista Acontece, empresa de propriedade dos empresários Neide Carlos e Marcelo Bento. Na oportunidade conversam com o confrade CHARLES sobre a nossa instituição e a programação prevista para o resto do ano, em especial já agora do próximo dia 9/7/21, quando através do nosso projeto Memória Acadêmica – Trajetórias – estaremos homenageando o confrade MILTON MARQUES DE MEDEIROS – in memoriam pela passagem de 81 anos do seu nascimento.

REFLEXÃO:

“A consciência política começa em casa, observado os passos honestos de seus pais”. (Teólogo: Ricardo Alfredo)

 

COLUNA DIREITO DO POVO COM RICARDO ALFREDO

Todos os domingos no portal do RN, temos um pouco sobre como o direito atua no nosso dia a dia. https://portaldorn.com/jamais-esquecer/

 

AMOL – Academia Mossoroense de Letras

A Academia Mossoró de Letras (AMOL) como sempre apoiando as demais academias em suas lives e apresentado seus membros com grandes palestras. Parabéns.

 

ACJUS – CONVITE

A direção da Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró – ACJUS – Projeto Memória Acadêmica Trajetórias, CONVIDA a sociedade mossoroense, potiguar e nacional para no próximo dia 09/07/21 – a partir das 18h., na modalidade remota, participar da SESSÃO MAGNA DA SAUDADE in memoriam aos 81 anos de nascimento do inolvidável confrade MILTON MARQUES DE MEDEIROS.  O evento será acessível à coletividade convidada por meio do google meet LINK – (https://meet.google.com/gii-uimg-aep). Teremos como oradores os acadêmicos: Francisco Marcos Araújo (cadeira29), Charles Lamartine de Freitas Souza (cadeira 50) e Zilene Conceição Cabral Freire de Medeiros (cadeira 04). Também na oportunidade, estaremos promovendo a apresentação do livro: MEMÓRIAS DE MILTON MARQUES DE MEDEIROS, O MENINO DO PORÉ, – trabalho de grande significado histórico-cultural e humano, de autoria da escritora, jornalista e produtora – Lúcia Rocha. Aguardamos a participação de todos em nossa sessão virtual, bem como de vossos familiares e amigos.

Atenciosamente. JOSÉ WELLINGTON BARRETO (Presidente da ACJUS).

 

PENSAMENTO – Alegria

“Se na vida eu tiver dissabores, alegria contigo terei, Cristo Jesus” (Teólogo Ricardo Alfredo).

 

ENCONTRO DE ACADEMIAS

Neste sábado, dia 26.06, às 15h, a ACLA recebeu no Museu de Astronomia e Ciências Afins, instituição vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, dentro do projeto “Encontro das Academias”, que terá a sua 11° edição.

Na ocasião, falaremos sobre os mistérios e as curiosidades do universo, e também sobre nosso patrono da cadeira n° 11, Jorge O’Grady de Paiva, que era sacerdote (padre) e astrônomo, autor da obra Dicionário Brasileiro de Astronomia e Astronáutica, publicada em 1969.

Pela ACLA, participarão os acadêmicos André Felipe Pignataro e Francisca Lopes. Já o MAST será representado pelas astrônomas Flávia Requeijo e Cláudia Matos.

O evento será transmitido, ao vivo, pelo nosso perfil no Facebook, bastando digitar ACLA Pedro Simões Neto.

Verdades sábias. “Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6:33).

 

BREVE HISTÓRICO DA ACJUS

Fundada em 05/11/14, a ACJUS é uma instituição Lítero-cientifica e social, sem fins econômicos, sendo totalmente regularizada perante os órgãos de controle Legislativo, fiscal e judiciário, sendo reconhecida como de utilidade pública no âmbito municipal e estadual.

Com sede e foro na cidade de Mossoró, a ACJUS é a segunda entidade do gênero no estado do RN a ter sede própria, espaço que funciona no Palácio Cultural acadêmico Milton Marques de Medeiros.

Por prestar notórios e relevantes serviços à comunidade Mossoroense, potiguar e Nacional, quando desenvolve e executa importantes projetos nas áreas da cultura e da realidade social, ocupa assento no Colégio de Presidentes de Academias Jurídicas do Brasil.

O sodalício da ACJUS é composto por 50 acadêmicos dos mais variados campos da atividade intelectual, personalidades do mais alto gabarito, que são titulares das suas respectivas cadeiras que homenageiam os seus patronos. (https://www.instagram.com/p/CQj-16DrzyQ/?utm_medium=share_sheet)

 

EXPEDIENTE DO PRESIDENTE

ACJUS – no domingo, o primeiro expediente do presidente foi visitar, aqui em Mossoró, O confrade e amigo Petronilo Hemeterio Filho, historiador, escritor, fundador da APLA e sócio fundador da ACJUS – cadeira 17, membro do IHGRN, além de outras instituições congêneres, intelectual de escol que completará 87 anos em agosto, mas em plena atividade empresarial e intelectual

Petronilo passou a semana passada por um procedimento cardíaco, mas se encontra em franca recuperação.  A ACJUS foi até a presença do digno confrade para expressar nossos votos de uma plena recuperação.  Na oportunidade recebemos do mesmo as revistas da APLA e o livro do confrade Aluísio Dutra denominado de PATU – A HISTÓRIA DA SUA GENTE.

A BÍBLIA DIZ QUE O FRUTO DO ESPÍRITO É:

“O amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.” (Gálatas 5:22-23).