Reflexões teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO – Sentimento

“Estou no melhor lugar do mundo… nas mãos de Deus”. (Escritor Ricardo Alfredo).

 

A SUSPENÇÃO DOS CULTOS E A CONSTITUIÇÃO

A igreja foi, é, e sempre será, um local de consolo e um abrigo de paz. Além de ser a maior prestadora de serviços gratuitos a sociedade. Na estrutura de sua criação pelo seu próprio Senhor, Cristo Jesus, foi dada a ordem: “de Graça recebes, de graça daí”.

Neste mundo cheio de confusão e trevas, inda enfrentamos, como igreja, a perseguição dos que se acham donos da verdade e poderosos do povo. Entretanto, o próprio Senhor se encarregou de levar mestres cheios do seu Espírito para enfrentar as corretes do mal.

A nossa carta magna, a constituição, vem sendo dilacerada, pisada, rasgada e ultrajada pelos ditos mestres guardiões. E agora chegou a vez do direito à fé e a crença, algo que é previsto desde de 1988, onde homens movidos pelo sentimento de fé e de amor, selaram no artigo 5º da CRFB/88, que trata dos direitos e garantias fundamentais. O inciso VI prevê, in verbis, que: “VI – e inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;”. Entendermos, ao ler esta passagem, e chegamos à conclusão que somente um desvairado ou inconsequente teria outra interpretação diferente, digo isso, para não chamar de maldoso e cruel.

É sim, inconstitucional proibir a liberdade de crença de qualquer pessoa, visto que, é assegurado o livre exercício aos cultos religiosos, bem como a proteção de onde se realizam.

Na contra mão da história, temos uma corte, tomando decisões que são verdadeira colisão com a constituição e gerando a insegurança jurídica em todo país. E assim, cada manhã nos perguntamos: “há quem vão atingir esses magistrados da política? Que novo interesse particular, vão defender? Que ideia maquiavélica, vão lançar como carga ao povo?

A própria declaração do direito à liberdade religiosa da ONU de 1981, faz a seguinte advertência: “A discriminação entre seres humanos por motivos de religião ou crença constitui uma ofensa à dignidade humana (…) e deve ser condenada como uma violação dos Direitos Humanos e das liberdades fundamentais, proclamados na Declaração Universal dos Direitos Humanos.”

Assim como afirma: Toda pessoa tem direito à liberdade de pensamento, de consciência e de religião. Este direito inclui a liberdade de ter uma religião ou qualquer crença de sua escolha, assim como a liberdade de manifestar sua religião ou crença, individual ou coletivamente, tanto em público quanto em particular”.

Mesmo num período de pandemia, precisamos da casa de Deus aberta, de forma ordeira, como sempre foi, e sempre será.

Portanto, enquanto morrem homens, a liberdade não perecerá. Pois os ditadores, permanecem por um tempo, visto que o próprio Deus, na sua misericórdia, espera que os tais se arrependam seus pecados.

 

COLUNA DIREITO DO POVO COM RICARDO ALFREDO

 

Todos os domingos no portal do RN, temos um pouco sobre como o direito atua no nosso dia a dia. https://portaldorn.com/jamais-esquecer/

 

 

 

AMOL – Academia Mossoroense de Letras

 

A Amol vem atuando em lives diariamente. Seu componente estão cada vem mais empenhados em criar um cinturão de cultura viva nos dias de pandemias. Parabéns confrades.

 

 

 

ACJUS – ACADEMIA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCAIS DE MOSSORÓ (OBRAS)

O incansável presidente da ACJUS, está articulando diversas lives e direcionado os confrades de diversas academias na participação e nas palestras. Parabéns presidente.

 

 

 

VETO DE PÚBLICO EM CERIMÔNIA RELIGIOSA E O STF

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), votou na última quarta-feira (7) por manter sua decisão contra a realização de cerimônias religiosas com público presente no estado de São Paulo na fase emergencial de combate à covid-19. Na prática, apesar de ser um processo referente a São Paulo, o entendimento segue a linha de que estados e municípios têm a prerrogativa de determinar um possível fechamento desses espaços. O tema foi a julgamento após decisões conflitantes. (Agora RN).

 

O MUNDO LONGE DE DEUS

Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade); Aprovando o que é agradável ao Senhor. E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as. (Efésios 5:9-11).

 

PENSAMENTO – Sentimento II

“A única coisa que sou na vida…um milagre de Deus”. (Escritor Ricardo Alfredo).

 

ANIVERSARIANTE ACJUS

Bom irmão e confrade, mesmo atrasado, desejo toda felicidade do mundo no seu natalício.

 

ARTE

Franci, é uma das grandes artistas de nossa terra.

 

NOTA DE PESAR

Por diversas vezes estive em sua casa Caraúbas. Na casa do amigo que Deus o levou… ficou a saudade.

 

CONFIANÇA EM DEUS

“Os que confiam no SENHOR são como o monte Sião, que não se abala, mas continua firme para sempre. Como em volta de Jerusalém estão os montes, assim o SENHOR está ao redor do seu povo, desde agora e para sempre. O cetro dos ímpios não permanecerá na terra dos justos, para que os justos não comecem a praticar a iniquidade”. Salmos 125:1-3.