Reflexões teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO – O convite

“as vezes largamos as redes, sem ter recebido ordem do Senhor do Universo. Todavia, sua ordem é especifica, volte para o mar alto, que é lá Eu te honrarei”. (Escritor: Ricardo Alfredo)

 

A PÁSCOA

A páscoa deve ser comemorada por todos, visto que é uma celebração importante para o mundo, assim como é para o mundo cristão. Ela começa no domingo da ressureição e tem seu término no domingo de pentecostes com duração de 50 dias. E este período tem como fundamento principal a chegada do Espírito Santo no meio do povo.

A origem do nome páscoa, Pessach que significa “passagem” em hebraico, remonta, a ideia do fim do inverno e a chegada da primavera. Entretanto, em nossos dias, a palavra páscoa tomou diferentes definições como renovação, ressureição, recomeçar e fé. Todavia não é muito lembrar que é um ato de fé, de esperança e de renovação da aliança com Deus.

A páscoa é receada de símbolos e de tradições. Dentre eles temos: A Cruz: simboliza a vitória de Jesus sobre a morte; Pão e vinho: representa a vida eterna de Jesus. (em sua última ceia, Jesus ofereceu pão e vinho aos discípulos enfatizando que o pão era o seu corpo e o vinho era o seu sangue); Cordeiro: simboliza Jesus Cristo por ter se sacrificado em prol do seu rebanho; Óleos santos: simboliza o Espírito Santo e são representados pelos óleos sacramentais utilizados no batismo, em unções de enfermos abençoados por bispos e sacerdotes durante a celebração Santa; O domingo de Páscoa celebra a festa da vida. É nele onde são referenciadas a última Ceia, a prisão, julgamento, condenação, crucificação e ressureição de Cristo e é nele que somos convidados à nossa ressureição.

O apóstolo Paulo, escrevendo aos irmãos em Coríntios, afirma: “Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós”. (1 Coríntios 5:7

Portanto a pascoa é um dos momentos mais célebres, que podemos nos voltar ao sacrifício vicário do Cristo e com Ele renovar nos votos de seremos melhores  cada vez mais, e dignos do tão grande amor que nos libertou da escravidão do pecado e nos deu a vida eterna.

 

COLUNA DIREITO DO POVO COM RICARDO ALFREDO

Todos os domingos no portal do RN, temos um pouco sobre como o direito atua no nosso dia a dia. https://portaldorn.com/jamais-esquecer/

 

DEUS FALANDO AO HOMEM

Muitos deixaram de ouvir a voz do soberano Rei do universo, por livre escolha. Visto que, os ventos, o mar, a vegetação, os pássaros voando ou cantando, a criança no ventre de sua mãe em silêncio é uma mensagem do seu amor e do poder.

Estes são tempos estranhos e solitários, onde todos buscam uma resposta a qualquer preço, e a alma humana cansada de tanto vagar, pela pressa viver, e o desejo de encontrar um refúgio de descanso e de paz. Porém, na quietude da alma e dos dias escuros, sua voz suave ecoa através do vento dizendo: “não temas, Sou Eu que te ajudo”.

Todavia, diz as Sagradas Letras, que o Juiz universal, convoca os homens por meio de diversas formas. Dentre elas, descrevemos as mais comuns, que são:

  1. Através das Escrituras – “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra”. (2 Timóteo 3:16,17)

No percurso da vida, nas dores e angustias, as sagradas letras conforta e traz paz ao coração sofrido, pois ela é a voz de Deus ecoando ao mundo surdo e perdido em sua jornada. A simples leitura das escrituras, suaviza as constantes angustia da viver.

  1. Pelas situações vividas – “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. (Romanos 8:28)

As diversas situações vividas é uma experiência para se galgar o caminho dos humildes, que conduz as portas celestes.

  1. Por meio de outra pessoa Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia”. (Tiago 3:17)

Em toda história humana, Deus sempre usa seus servos para anunciar, pregar e exortar a todos para percorrem o caminho do bem e da paz. A sua, através do seu sevo é sempre um alento a quem está cansado na estrada da vida.

  1. De forma sobrenatural E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível”. (Mateus 19:26)

Está passagem da bíblia, por se só é auto explicativa. No entanto, é necessário dizer que a compreensão e o discernimento das coisas espirituais só vêm através de um relacionamento sincero e de humildade com Deus.

 

REFLEXÃO (meu eu…)

“Desde agora ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus”. (Gálatas 6:17)

 

AMOL – Academia Mossoroense de Letras

 

Ao longo de sua existência a AMOL – Academia Mossoroense de Letras, vem honrado a cidade de Mossoró e o estado do Rio Grande do Norte com a formação de diversos escritores e uma vasta qualidade livros lançados. Parabéns a Amol.

 

 

 

 

A GRANDEZA DE DEUS

“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Por que quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado?
Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém”. (Romanos 11:33-36).

 

AULAS REMOTAS VIA RÁDIO EM 1937

 

REVISTA ACONTECE

 

Publicada em sua versão digital, a reportagem de capa da revista ACONTECE traz a história do patuense de nascimento e mossoroense por adoção José Wellington Barreto, ele que é ex-vendedor ambulante e advogado com mais de 30 anos de experiência, professor, ex-vereador, jornalista, radialista com atuação na imprensa mossoroense e hoje exerce a função de presidente da Academia de Ciências Jurídicas e Sociais (ACJUS) de Mossoró.

(https://issuu.com/revistaacontece8/docs/acontece_mar_o2021)

 

MUSEU DO SERTÃO

Sempre no Youtube temos o museu do sertão o Dr. Benedito explicado a história nordestina, principalmente de nossa região é conferir em: https://youtu.be/GEjN_KdNXSY

 

ACJUS – ACADEMIA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCAIS DE MOSSORÓ (OBRAS)

ACJUS no dia 30/03/21 – inspecionando as obras de fundação do auditório ELDER HERONILDES DA SILVA – Palácio Cultural Acadêmico MILTON MARQUES DE MEDEIROS – sede da ACJUS. Parabéns presidente.

 

RELATO COMO PARTE VIVIDA DA HISTÓRIA. PADRE SÁTIRO, 31- MARÇO – 1964 – REVOLUÇÃO OU GOLPE MILITAR

Conforme a sua interpretação histórica.

Apenas quero relembrar fatos presenciados por mim como protagonista. Pe. Alcir, alguns internos do Colégio Diocesano e eu passamos a noite quase toda ao pé do rádio ouvindo notícias sobre o acontecimento nacional, movimentação de tropas militares. No dia seguinte prisões e boatos. Na mesma semana fui, como diretor de escola, convocado para uma reunião no Tiro de Guerra, estando presentes os importantes da cidade, presidida pelo capitão D’Oh (não sei se escrevi certo) representante do Exército. Lideranças estudantis e rurais eram acusadas de comunistas. Defendi os que conhecia, entre os quais o presidente do Centro Estudantil e o líder ruralista ligado à Diocese. Progressistas sim, comunistas não, pois era o clima do País. Depois de muita discussão, o Sr. Dix-Neuf Rosado, defendendo a minha posição diz: “Pe. Sátiro tem razão, ele assume a responsabilidade.” Infelizmente em outra reunião para a qual não fui convocado, substituíram o presidente do Centro Estudantil. Houve a comemoração da “Revolução”, organizada por um grupo de senhoras da sociedade.

As escolas se fizeram presentes, entretanto, o Colégio Diocesano não participou. Surgiram as censuras, reclamaram ao Sr. Bispo, Graças a Deus, o Sr. Bispo respeitou a nossa atitude.

São Fatos! Tem razão o Sr. Cardeal Dom Evaristo Arns ao proclamar: “Ditadura, Nunca Mais!”

 

MINHA CERTEZA…

“Não estou sozinho, eu tenho um amigo, e em meio aos perigos, está sempre presente. Nunca desampara em minha jornada, Jesus, o fiel companheiro. (Escritor Ricardo Alfredo).