Projeto de lei que torna academias e clubes como atividades essenciais é aprovado pela Assembleia Legislativa do RN

PL segue para sanção da governadora

Nesta terça-feira (06), a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, por unanimidade, um projeto de lei que considera a prática de atividades em academias e clubes essencial à saúde. De acordo com o deputado estadual Coronel Azevedo (PSC), autor do PL, a medida visa garantir a abertura e funcionamento destes espaços em período de calamidade pública devido a pandemia do Covid-19.

Coronel Azevedo vibrou com a aprovação do projeto de lei e argumentou que a prática regular e supervisionada de exercícios físicos nas academias e clubes, “contribui para elevar a imunidade, combatendo o estresse, a depressão e o sedentarismo” disse.

O documento aprovado pelos deputados, traz algumas restrições para o funcionamento dos espaços, como a proibição da entrada de: menores de 18 anos sem expressa autorização dos pais ou responsáveis, e idosos a partir de 60 anos; pessoas portadoras de problemas de saúde ou com sintomas de gripe ou outra infecção; pessoas que convivam com infectados pela Covid-19; e pessoas consideradas do grupo de risco para o contágio da enfermidade.

O projeto de lei, que seguirá para sanção da governadora Fátima Bezerra, aponta ainda que as academias e clubes deverão aplicar o distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas, disponibilizar álcool gel 70% em locais fixos de fácil visualização e acesso, e manter o ambiente, aparelhos e utensílios limpos e higienizados.