PRIMEIRO PREFEITO DE MOSSORÓ: PADRE ANTONIO FREIRE DE CARVALHO

Wilson Bezerra de Moura

É significativo revivermos fatos históricos de uma época passada, entende-se perfeitamente que foi pensando dessa forma que o pesquisador Raimundo Soares de Brito, conhecido por Raibrito, tenha preparado por toda sua vida um acervo que o notabilizou por todos os séculos.

O arquivo de seus sonhos foi um autêntico trabalho catalogando fato por fato, história por história, dado por dado, ao ponto de transformá-los num acervo de pouco mais de cem mil informações, tudo sobre os fatores históricos, em especial da região do Estado e Mossoró.

No arquivo de seus sonhos lhe foi possível catalogar a formação política de Mossoró, desde a fundação da cidade, descrevendo o trajeto sobre caracteres históricos acontecidos desde aí, passando pelo ato abolicionista de 1883,vindo até os dias atuais.

Mossoró sempre foi eivada de acontecimentos marcantes, a começar pela abolição escravista no ano de 1883, o movimento feminista de Ana Floriano, o banditismo de Lampião, a decretação do voto feminino, enfim foram lutas que a cidade teve de enfrentar para organização de sua política social.

Desde sua fundação como cidade o primeiro prefeito, o padre Antônio Freire de Carvalho, teve de arcar com uma situação que se transformaria numa pequena guerra, se fosse o caso, pois ouve de imediato uma divergência entre a emancipação política com a criação do Poder Legislativo, a Câmara de Vereadores em 1836, e a emancipação decretada apenas em 1870, pelo Poder Legislativo Estadual.

A organização política, social e econômica de Mossoró foi uma constante entre os edis, que foram muitos até os dias atuais, todos com a confirmação de que enfrentar as adversidades seria um desafio que certamente acolheria a preferência de quem aceitasse o cargo.11