Prefeitura reabre cinco leitos de UTI da Maternidade Almeida Castro fechados durante a intervenção

Hoje, às 15h, será realizada cerimônia de reabertura de cinco leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto no Hospital Maternidade Almeida Castro. Os leitos foram fechados quando a unidade passou para o controle de uma junta interventora gerenciada pela Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) em setembro do ano passado.

Após mais de um ano, a PMM anuncia com festa e solenidade a retomada do atendimento suspenso logo após o Executivo municipal assumir a administração através da junta administradora. Dos nove leitos anunciados na solenidade, cinco passama funcionar hoje e os outros quatro serão reabertos em data a ser definida.

Com a retomada dos leitos, a unidade passará a ter 129 leitos, divididos entre ambulatoriais e os pertencentes à maternidade. Atualmente, a Maternidade Almeida Castro atende aos pacientes de Mossoró e outros municípios da região Oeste do Estado.

Devem participar da solenidade de reabertura dos leitos o prefeito Francisco José Júnior, a secretária municipal de Saúde, Leodise Cruz, diretoras da junta interventora, vereadores e servidores do Hospital Maternidade Almeida Castro.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, foram realizadas 600 cirurgias no Hospital Maternidade Almeida Castro desde que passou para o controle da junta interventora. Ainda segundo a assessoria, mensalmente, é investido volume de quase um milhão de reais no atendimento na unidade.

No entanto, apesar dos investimentos anunciados pela PMM, a Maternidade Almeida Castro vivencia momentos de dificuldades com relação aos pagamentos dos profissionais. Algumas especialidades estão com salários atrasados há meses, sem perspectiva de quando a situação será regularizada.