Prefeito afastado de Macau é preso acusado de interferir em investigações

MACAU – A semana encerrou com novos desdobramentos da Operação Maresia. Em cumprimento a mandado de prisão, o prefeito afastado de Macau, Kerginaldo Pinto foi preso na sexta-feira. O mandado foi expedido pela desembargadora Judite Nunes a pedido da Procuradoria-Geral de Justiça.

A prisão foi efetuada na cidade de Pendências por agentes da polícia. A desembargadora ressaltou a necessidade da prisão como medida para preservar a ordem pública e a investigação criminal que está em andamento.

De acordo com o mandado expedido, mesmo afastado, Kerginaldo Pinto continuava usando da força política para interferir nos meios de provas. Ainda segundo o mandado, o prefeito afastado desde a operação ainda poderia estar praticando novos delitos.

Depois de ser detido na cidade de Pendências, o prefeito afastado de Macau, Kerginaldo Pinto (PMDB), foi conduzido por policiais civis a Natal onde está custodiado no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar.

A operação Maresia investiga suposto desvio de R$ 2,5 milhões dos cofres públicos do município litorâneo.