Polícia revela que suspeitos de assalto seguido de estupro foram reconhecidos pelas vítimas

No início da noite da quarta-feira (25), a equipe de investigação da 1ª Delegacia de Polícia Civil, em Parnamirim, apresentou à imprensa dois suspeitos de terem assaltado uma residência e estuprado mãe e filha, no bairro Bela Parnamirim, na noite da última terça-feira. As investigações, que tiveram apoio da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), resultaram nas prisões de Euclides Tomas, 18, e Jeová Soares, 23, acusados pelo assalto e estupros de mãe e filha, uma adolescente de 14 anos. As vítimas reconheceram os criminosos como sendo os autores da violência sexual.

A PRISÃO
De acordo com a Polícia Civil, após diligências e de encontrarem o carro da família abandonado, Euclides e Jeová foram localizados pela equipe da 1ª DP, em uma granja no bairro Nova Esperança, também em Parnamirim. Com a dupla os policiais apreenderam pertences das vítimas, subtraídos durante o assalto, além de um revólver utilizado no crime.

A dupla foi reconhecida pelo pai da adolescente e marido da mulher violentada,que estava no momento do abuso sexual.

Para o delegado da 1ª DP de Parnamirim, Júlio César, não há dúvidas que a autoria dos crimes seja de Euclides e Jeová, tendo eles, inclusive confessado o assalto. “Este é um caso de resposta rápida e efetiva da Polícia Civil. Mesmo não assumindo o abuso sexual, temos provas suficientes para identificar o autor do estupro”, destacou o delegado.

Euclides e Jeová foram flagranteados pelos crimes de roubo qualificado e estupro e já foram encaminhados ao sistema prisional.

O CRIME
O crime aconteceu na terça-feira (24) em uma residência no bairro Bela Parnamirim, em Parnamirim. No momento em que a dupla invadiu a casa e rendeu a família encontravam-se pai e filhos, dois meninos, de 7 e 11 anos, e uma adolescente de 14 anos, tendo a mãe chegado em seguida na casa.

A dupla recolheu diversos pertences da casa, desde perfumes e botijão de gás a celulares, computadores e o carro do família, utilizado na fuga do local. Depois de terem colocado todos os objetos no carro, um dos assaltantes teria, então, estuprado mãe e filha.