Polícia Militar do RN participa em São Paulo de seminário sobre torcidas organizadas

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte, por meio do Batalhão de Choque (BPChoque), participou no final de semana passado, em São Paulo, do IV Seminário Nacional de Torcidas Organizadas, promovido pelo Ministério da Justiça. O objetivo do encontro é promover a interação e debate entre representantes de torcidas organizadas de todo o país e especialistas com conhecimento de normas, medidas e procedimentos que permitam garantir o diálogo entre as instituições e a segurança dos frequentadores de estádios de futebol.

A iniciativa, que contou com a participação de procuradores da justiça, representantes de arenas de todo o país, dirigentes de clubes, membros das federações, Procon, além de autoridades civis e militares, também buscou promover a renovação do manifesto pela paz nas arenas esportivas.

Durante o encontro, foram debatidos temas como racismo no futebol, panorama legal (avanços, polêmicas e desafios de torcidas organizadas e do poder do público), movimento #gritopelapaz, bebidas alcoólicas x violência nos estádios – análise da legislação e polêmica da liberação, direitos e deveres do torcedor, entre outros assuntos relevantes.

“Tive a imensa satisfação de ter representado o nosso Estado, a PMRN e o BPChoque neste evento, onde participei de uma mesa de debates com vários especialistas. Quero deixar registrado a excelência do encontro, que contou com debates do mais alto nível e a participação de autoridades civis e militares, lideranças e presidências de torcidas de diversos estados da Federação. Sem dúvida, socializamos conhecimentos imensuráveis para otimização do cenário em praças desportivas que muito irão colaborar com nossa atuação no RN”, disse o tenente Marcelo Queiroz, subcomandante da Patrulha Tático Móvel do BPChoque.