Pesquisa aponta o Brasil como um dos países que mais matam mulheres no mundo

Pesquisa apresentada no início da semana, pelo Mapa da Violência, revela que o Brasil está inserido entre os países que mais assassinam mulheres no mundo inteiro. O Brasil é o quinto país mais violento para mulheres em um ranking de 83 nações, os dados são da OMS (Organização Mundial de Saúde). No período, em média, 11 mulheres foram assassinadas no Brasil todos os dias. Mais da metade delas, 55%, eram negras.

O estudo, produzido pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), revela quais são as 10 capitais brasileiras mais violentas para mulheres e que a taxa de homicídios contra mulheres no país aumentou 8,8% entre 2003 e 2013, de acordo com o Mapa da Violência 2015.

Segundo a pesquisa, em 2003, a taxa de homicídios de mulheres era de 4,4 para cada 100 mil habitantes. Em 2013, ano com os dados mais recentes disponíveis, esse índice chegou a 4,8/100 mil habitantes, mesmo patamar de 2012 e o mais elevado da série histórica registrada. Já entre 2003 e 2013, a taxa chegou a registrar queda entre 2006 e 2007, quando o índice passou de 4,2/100 mil habitantes para 3,9/100 mil habitantes.

Lei Maria da Penha
A queda aconteceu no período após a entrada em vigor da Lei Maria da Penha, que prevê punições mais rigorosas a agressores de mulheres.

Confira abaixo quais são as 10 capitais mais violentas do Brasil para mulheres, de acordo com o Mapa da Violência 2015 – Homicídios de Mulheres.

Capitais brasileiras onde mais matam mulheres:

– Vitória (ES), registrou uma taxa de 11,8 homicídios de mulheres para cada 100 mil habitantes;
– Maceió (AL), taxa de 10,7 homicídios de mulheres para cada 100 mil habitantes;
– João Pessoa (PB), taxa de 10,5 homicídios;
– Fortaleza (CE), 10,4 homicídios de mulheres;
– Goiânia (GO), taxa de 9,6 homicídios de mulheres para cada 100 mil habitantes;
– Palmas (TO), registrou uma taxa de 9,5 homicídios de mulheres;
– Porto Velho (RO), de acordo com o estudo, a cidade registrou uma taxa de 9,5 homicídios;
– Boa Vista (RR), registrou uma taxa de 9,1 homicídios de mulheres para cada 100 mil habitantes;
– Rio Branco (AC), taxa de 8,8 homicídios de mulheres para cada 100 mil habitantes;
– Salvador (BA), de acordo com o estudo, a cidade registrou uma taxa de 7,9 homicídios de mulheres para cada 100 mil habitantes.

Polícia Civil do RN concluiu 40 inquéritos de violência doméstica contra a mulher em apenas um dia

A Delegacia de Polícia Civil de São José do Mipibu finalizou 40 inquéritos policiais relacionados à violência doméstica, somente na sexta-feira (13). O trabalho de agilização destes inquéritos, que são de crimes praticados em 2014 e neste ano, foi uma iniciativa do delegado titular da DP de São José do Mipibu , Marcos Geriz.

“Estamos muito satisfeitos com a realização deste trabalho que desenvolvemos aqui na delegacia. Somente hoje, conseguimos ouvir 50 pessoas, entre agressores e testemunhas. Com a inserção destas informações repassadas para nós, pretendemos remeter para a Justiça todos os inquéritos policiais em um prazo de 15 dias”, detalhou o delegado Marcos Geriz.

A iniciativa do delegado contou com apoio da Coordenadoria da Defesa da Mulher e das Minorias (CODIMM) que ofereceu material impresso, como folders e cartazes, para serem distribuídos na Delegacia.