Partido e lideranças manifestam pesar por morte de líder do PCdoB de Areia Branca

Os comitês do Rio Grande do Norte e de Mossoró do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e lideranças políticas da região, manifestaram luto pela morte do presidente da legenda em Areia Branca, Jocsã Cerqueira, ontem, em acidente de carro, no trecho da BR-304, próximo a Lajes.

Em nota, o PCdoB estadual se solidariza com a dor dos familiares e amigos da vítima, “desejando que todos encontrem conforto nessa hora de grande saudade”. O presidente do partido em Mossoró, Gutemberg Dias, considerou a perda irreparável e estendeu o pesar aos familiares.

O deputado estadual Souza Neto (PHS) disse que Areia Branca perde um jovem militante da política do bem comum.

“Jocsã não era apenas um jovem promissor. Foi meu secretário de juventude, no período em que estive prefeito de Areia Branca, e demonstrava grande capacidade de articulação, decência e capacidade de trabalhar em grupo”, relatou.

O parlamentar levantou de novo a discussão em torno da duplicação da BR-304 no Rio Grande do Norte.

“Quantas vidas mais serão ceifadas? Quantas pessoas serão mutiladas? Paraíba, Pernambuco e Ceará conseguiram a duplicação de suas BRs. Hoje foi Jocsã, amanhã talvez um de nós. Quantos perecerão até que tenhamos a solução? Que Deus acolha nosso amigo Jocsã e conforte sua família”, disse Souza.

Jocsã Cerqueira exercia o cargo de Gerente de Emprego e Renda na Prefeitura de Areia Branca, foi candidato a vereador e a deputado estadual pelo PCdoB.

TRAGÉGIA
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 6h15 no quilômetro 177 da BR-304, já próximo ao Pico do Cabugi. Segundo o inspetor Roberto Cabral, a Hilux e o Celta, conduzido por Jocsã, teriam batido de frente. Jocsã faleceu no local. Na Hilux estavam duas pessoas. O motorista da caminhonete foi levado ao Hospital Tarcísio Maia, em Mossoró, e a mulher foi levada para o hospital de Lajes.