Os primeiros habitantes da Terra – parte 3

O s antepassados da criatura humana não serão encontrados nas figuras lendárias de Adão e Eva, que constituem uma lembrança dos Espíritos exilados na Terra. A racionalidade evolucionista aponta outros caminhos.

Conforme o Espírito Emmanuel afirma, vamos encontrar os primeiros antepassados do homem sofrendo os processos de aperfeiçoamento da Natureza. No período terciário, sob a orientação das esferas espirituais notavam-se algumas raças de antropoides, no Plioceno inferior. Esses antropoides, antepassados do homem terrestre, e os ascendentes dos símios que ainda existem no mundo, tiveram a sua evolução em pontos convergentes, e daí os parentescos sorológicos entre o organismo do homem moderno e o do chimpanzé da atualidade.

“Reportando-nos, todavia, aos eminentes naturalistas dos últimos tempos, que examinaram meticulosamente os transcendentes assuntos do evolucionismo, somos compelidos a esclarecer que não houve propriamente uma ‘descida da árvore’, no início da evolução humana. As forças espirituais que dirigem os fenômenos terrestres, sob aorientação do Cristo, estabeleceram, na época da grande maleabilidade dos elementos materiais, uma linhagem definitiva para todas as espécies, dentro das quais o princípio espiritualencontraria o processo de seu acrisolamento, em marcha para a racionalidade.Os peixes, os répteis, os mamíferos, tiveram suas linhagens fixas dedesenvolvimento e o homem não escaparia a essa regra geral”, diz Emmanuel.

A realidade é que forças espirituais auxiliaram o homem pré-histórico, imprimindo-lhes novas expressões biológicas. “As pesquisas recentes da Ciência sobre o tipo de Neanderthal, reconhecendo nele uma espécie de homem bestializado, e outras descobertas interessantes da Paleontologia, quanto ao homem fóssil, são um atestado dos experimentos biológicos a que procederam os prepostosde Jesus, até fixarem no ‘primata’ os característicos aproximados do homem futuro.

Os séculos correram, até que um dia trabalhadores espirituais operaram uma definitiva transição no corpo perispiritual pré-existente, dos homens primitivos, nas regiões siderais e em certos intervalos de suas reencarnações. Surgem os primeiros selvagens de constituição física melhorada, tendendoà elegância dos tempos futuros.