Os dois elos de um reajuste

Em Natal, as empresas de ônibus pleiteiam reajuste de R$ 0,35 centavos, o que de pronto   foi   negado  pela prefeitura. Segundo representante do Executivo municipal, não há reajuste previsto, e portanto, tudo continuará como agora e a passagem permanecerá R$ 2,65. Por lá a prefeitura sabe o preço de colocar os pés pelas mãos. Em Mossoró, a pendenga envolvendo o módico aumento de 50% na passagem de ônibus teve um novo capítulo. O prefeito Francisco José Jr. atendeu algumas reivindicações dos estudantes que ocupam a prefeitura, mas quando o assunto se voltou para o aumento da tarifa, foi dado um valor encarado como piada pelos estudantes. O prefeito destacou que reduziria o valor do reajuste de R$ 3 para R$ 2,90. Isso mesmo, uma redução de 10 centavos no valor final. De sorriso aberto, os estudantes resolveram passar mais uns dias na sede da prefeitura, até que uma proposta mais decente seja apresentada.

Contradição
A proposta de “redução” no aumento da tarifa de ônibus apresentada pela prefeitura abre mais uma contradição flagrante no Executivo. Desde que o impasse ganhou as ruas, técnicos do governo afirmam que o reajuste tem como base estudos e que portanto não há como modificar o índice de reajuste.

Solidez
Mesmo que módica, a redução no aumento da ordem de 10% mostra que os tais estudos tem a solidez de algodão doce. Não resta outra alternativa a não ser duvidar. O discurso de primeira hora tem dificultado a resolução de problemas que em muitos momentos soam simples. Falta habilidade e transparência.

Flagrante
E por falar em transparência, uma equipe do jornal O Mossoroense flagrou ontem equipes trabalhando na ornamentação natalina deste ano. Até aí nada de mais. Avanço significativo com relação ao ocorrido no ano passado quando, por pouco, a cidade não fica sem ornamentação em função de atraso operacional.

Problema
O problema deste ano está longe de ter ligação com incompetência. A empresa que prepara a ornamentação natalina da cidade assim o faz esperando o resultado de uma licitação que está agendada para a segunda-feira. Falar em jogo de cartas marcadas seria uma maldade sem precedentes. Portanto, melhor esperar o resultado da licitação.

Será?
Bom mesmo seria que fosse uma licitação para perfuração de poços profundos. Será que alguma empresa estaria perfurando um poço sem saber o resultado de uma licitação? Será que vão esclarecer o fato como um excesso de confiança exacerbado? Tem fatos que definitivamente só ocorrem em Mossoró.

Candidatura
Em Caraúbas, o tempo de crise não tem afastado os pretensos candidatos a prefeito. Ontem foi dia da psicóloga Simone Maia lançar seu nome. Filiada ao PV, Simone afirma que caso o partido não endosse o projeto poderá buscar outra sigla para filiação.