Obras do viaduto V do Complexo Viário da Abolição devem ser concluídas este mês

As obras para construção de retorno e duplicação do trecho da BR-110, necessárias para liberação da pista superior do viaduto V do Complexo Viário da Abolição, foram iniciadas. De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sin), a previsão é de que os trabalhos sejam concluídos até o final deste mês, quando o viaduto deverá ser totalmente liberado para o tráfego.

Atualmente, o viaduto V, na saída para Natal, conta apenas com a pista inferior livre para a passagem de veículos. A parte superior da estrutura teve de ser interditada devido à falta de pistas para abrigar os carros na descida sem que houvesse risco de colisões com o tráfego na pista lateral. Outro problema é a ausência de retorno.

Em junho deste ano, o viaduto II, que liga os conjuntos Abolição II e III, foi liberado, além dele, os viadutos I, próximo ao conjunto Santa Delmira, e o IV, na saída para a cidade de Apodi também contam com tráfego livre. No entanto, ainda há reparos pendentes e problemas nos trechos como falta de iluminação e de sinalização.

As obras do Complexo Viário da Abolição foram iniciadas no ano de 2010 e tinham previsão inicial de conclusão para o ano de 2013. No entanto, este prazo foi prorrogado três vezes. O Complexo faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e foi orçado em R$ 72.344.566,98, com a contrapartida de R$ 7.234.456,70 pelo Estado.

No projeto do Complexo estão incluídas a construção de cinco viadutos e duplicação de 17km de estradas, mas faltam elementos como passagens elevadas para pedestres. No entanto, um projeto complementar em análise na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em Brasília, prevê a implantação de 10 passarelas para pedestres e estrutura de iluminação no entorno do Complexo Viário da Abolição, medidas ainda sem prazo previsto para início.