O descrédito das afirmações

Algumas declarações e soluções colocadas no tabuleiro dos problemas atuais de Mossoró denota um descrédito total nessa administração que, em muitos instantes, se mostra inteiramente perdida. Vejamos o caso presente dos empregados de empresas terceirizadas que prestam serviços à PMM. Muitos deles estão com até cinco meses sem receber a devida remuneração. Foi lhes prometido que a situação seria resolvida com o dinheiro do empréstimo tendo como garantia os royalties do petróleo. Aprovou-se até a transação na Câmara sob a alegação de que o assunto tinha urgência.

OUTRA
Mas, da mesma forma como surgiu a solução com o dinheiro desse empréstimo dos royalties a solução agora é vista com os depósitos judiciais que gerariam dinheiro nos cofres da PMM entre 5 e 6 milhões de reais. Com esse tipo de comportamento a administração municipal mostra que não sabe a que veio.

LARÁPIO
Jornalista Carlos Santos venenoso: “Sei não…Depois da prisão do senador Dulcídio Amaral, líder do governo no Senado, qualquer um bote as barbas de molho. Se eu fosse um prefeito larápio, então….Ô…..”

JULES QUEIROZ
Nosso conterrâneo Jules Queiroz, filho de Canindé Queiroz/dona Maria Emília, acaba de lançar o livro intitulado “Compensação Tributária no Âmbito Federal: Questões Práticas”. São 15 temas escolhidos pelo autor e devidamente analisados por ele. Jules é membro do escritório de advocacia Queiroz, Barbosa e Bielschowsky.

ENCERRANDO
Estando na Praça de Eventos para encerrar a Décima Segunda Amostra Científica e Cultural e estando fazendo um discurso, relata Carlos Santos, o prefeito Francisco José da Silveira Júnior foi levado a encerrar sua fala antes do tempo.

VELHACO
Ainda segundo Carlos Santos, empregados das firmas terceirizadas, com os seus salários atrasados quatro e até cinco meses, se aproximaram do prefeito e um deles mais afoito, de dedo em riste, colocou o dito dedo perto do nariz do prefeito e o chamou de velhaco. Diz Carlos Santos.

CIRCULAÇÃO
Acresce Carlos Santos que o prefeito de Mossoró está impossibilitado de andar nas ruas de sua cidade. Ele só anda acompanhado de até 8 homens do esquema de segurança. E em cidades vizinhas também não anda tranquilo por conta de sua investida contra os táxis intermunicipais.

SESC
O Centro de Atividades “Senador Jessé Freire”, do Sesc em Mossoró, montou uma programação de filmes infantis que será mostrada por todo o mês de dezembro. No dia 6 será exibido o filme “O grito feliz”; no dia 13 de dezembro “O Conto da Noite” e no dia 20 de dezembro “O menino e o mundo”.

HONESTIDADE
Falou o padre Talvacy Chaves, pároco de Nossa Senhora de Fátima, no conjunto Abolição II: “Mede-se o grau de honestidade de um gestor público pelo grau de transparência de sua administração”. E o sacerdote encerrou escrevendo: “o resto é conversa mole pra boi dormitar”.

INTENCIONAL
Só pode ter sido intencional um radar colocado pela Prefeitura por trás de uma placa nas imediações do “Atacadão”. Por que a escolha daquele local? O que se sabe é que ele vai colher muitos incautos e esta será mais uma forma de ampliar o caça-níquel aqui em Mossoró, pois esta terá sido mais uma forma de saquear o cidadão.

MULTA
Dois guardas de trânsito dos “azulzinhos” abordaram o vereador Claudionor dos Santos e lhe aplicaram uma multa. Motivo: ele estacionou em local não permitido e andava sem o documento (a autorização) para tal. O que ele portava estava vencido, apesar de ele alegar que o requereu neste ano.

FRAUDE
Diante do tamanho descaramento de alguns que majoraram os preços de suas mercadorias bem antes da data e depois anunciaram para hoje como se fossem parte do Black Friday, na verdade estes já estão sendo chamados com muita propriedade de “Black Fraude”. Procedente.

DONA TÊCA
Na terça-feira, dia primeiro de dezembro, às 19 horas e 30 minutos, o casal Ricardo/Santana estará entregando a Mossoró e região seu novo restaurante “Dona Têca”, unidade do bairro Costa e Silva. Ele se localiza na avenida Jorge Coelho de Andrade, proximidades do Complexo Jurídico. Seguirá os passos do sucesso do seu Dona Têca do Partage Shopping.

INDIGNAÇÃO
E o padre Talvacy Chaves, pároco de Nossa Senhora de Fátima, no conjunto Abolição II, falou mais uma vez por todos nós: “A indignação dos jovens no Palácio da Resistência representa a indignação de todos os que dependem dos ônibus “novos” de Mossoró”. Falou e disse.

MAU EXEMPLO
Além de tudo o aumento de nas tarifas de ônibus em Mossoró está servindo de mau exemplo. O valor de 3 reais também está sendo reivindicado pelas empresas de transportes coletivos de Natal. Até isso.