Novo secretário da Sejuc defende bloqueio de telefonia em presídios

Durante entrevista ontem a uma emissora de televisão de Natal, o novo titular da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), Cristiano Feitosa, disse que o Estado havia perdido o controle sobre o sistema prisional e que para recuperar, o primeiro passo era bloquear o sinal de aparelhos celulares de unidades prisionais da capital e do interior.

“Alguns estados já adotaram essa medida, de bloquear o sinal de telefonia móvel, no entanto é preciso um estudo com muita responsabilidade, porque em algumas unidades prisionais onde o sinal foi interrompido, moradores adjacentes também ficaram sem poder fazer ligações. No nosso Estado, muitos presídios ficam em áreas urbanas e por esse motivo temos que ter um estudo aprofundado da Anatel para que a população não se prejudique”, explicou o secretário.

Ainda de acordo com o secretário, algumas unidades prisionais terão que passar por novas reformas, como é o caso da Penitenciária de Alcaçuz, já que muito do que foi feito desde maio foi destruído durante rebeliões.

“Nos casos de reformulação nos presídios, para evitar as fugas será necessário que se construa uma base sólida de concreto com ferro, na parte de baixo de cada ala prisional, de forma consistente para que se impeça escavação de túneis”, concluiu.