Notas da Redação

HOSPITAL

Em Natal, o prefeito Álvaro Dias anuncia a abertura do Hospital de Campanha contra o coronavírus, na Sexta-feira Santa, dia 10 de abril, com funcionamento previsto para a segunda-feira seguinte, dia 13 de abril.

UTIs

Setores médicos do Rio Grande do Norte avaliam que dentro de mais 20 dias, não haverá mais leitos de UTIs disponíveis, tanto na rede pública quanto nos hospitais privados. E, ao que parece, os poderes públicos não estão tomando providências para superar a dificuldade.

AFASTAMENTO

O Ministério da Saúde quer diminuir as medidas de distanciamento social, mas apenas em municípios onde o número de infectados pelo novo coronavírus não tenha afetado mais de 50% dos leitos disponíveis.

JAPÃO

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou pacote de estímulo econômico equivalente a 20% do Produto Interno Bruto (PIB), e disse que seu governo tomará “todas as medidas” para combater os efeitos negativos crescentes do coronavírus.

MÁSCARAS

O Governo do RN fornecerá 7 milhões de máscaras à população, no sentido de garantir a proteção do povo potiguar, objetivando reduzir a disseminação do novo coronavírus entre os potiguares.

CRESCIMENTO

Os casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus vem aumentando no RN. Com 7 pacientes diagnosticados por cada grupo de 100 mil habitantes ultrapassa a média nacional que é de 5,7 por esse número de habitantes.

CALAMIDADE

Na primeira sessão plenária por Sistema de Deliberação Remota (SDR), que irá acontecer nesta terça-feira (7), em horário regimental, os deputados potiguares vão apreciar 18 Projetos de Decretos Legislativos de calamidade pública.

FOLHA

O programa de financiamento da folha de pagamento para pequenas e médias empresas foi regulamentado hoje (6) pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), em reunião extraordinária. Com isso, as empresas já podem pedir o empréstimo aos bancos.

MANDETTA

O presidente Bolsonaro ensaiou uma magistral demissão para o ministro da Saúde, Henrique Mandetta. Não esperava a reação da classe política, liderada pelos presidentes da Câmara e do Senado e, até mesmo, do Supremo Tribunal Federal.

MILITARES

Os ministros militares fizeram ver ao presidente Bolsonaro que a demissão de Mandetta poderia tornar difícil a continuidade do seu mandato e o melhor a fazer seria fechar os olhos de tocar mais para a frente um possível afastamento do ministro.

ADIAMENTO

O Covid-19 poderá promover o adiamento das eleições municipais de 2020. Rejeitada, de início, a tese começa crescer entre os senadores que argumentam uma economia de até R$ 1,5 bilhão, recursos que poderão ser utilizados no combate ao coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *