Notas da Redação

LICENÇA
A mesa diretora da Câmara de Mossoró aprovou, ontem, licença médica de 15 dias para o vereador Flávio Tácito (DEM), que se recupera, em casa, de problema cardíaco, sentido na semana passada.

MARATONA
A sessão da Câmara que autorizou a Prefeitura a fazer empréstimo, dando recursos dos royalties como garantia, começou às 9h e terminou após as 16h.

PRESSA
Em certos momentos da sessão, vereadores governistas se mostraram impacientes com a discussão da matéria, pela oposição. “Vota logo”, diziam.

SANGRIA
Tudo indica que o desgaste político por causa da antecipação dos royalties continuará a atingir o prefeito Francisco José Júnior (PSD). É que a aprovação da forma como ocorreu ontem, às pressas, acirrou ainda mais os ânimos contra a medida.

ANÁLISE
A eleição municipal em Mossoró está antecipada. Pelo menos do ponto de vista do debate jurídico. Opiniões de especialistas movimentam bastidores.

ARRE
Não bastasse o debate exclusivamente sobre nomes, o mossoroense agora tem que aturar a maçante discussão sobre quem pode ou não ser candidato.

SEM PRIORIDADE
Com isso, fica para segundo – ou terceiro plano – o real debate que deve nortear o processo político eleitoral: projetos para Mossoró para os próximos dez ou vinte anos, calcados no desenvolvimento sustentável e de inclusão social.