Notas da Redação

FORÇA

O ministro Rogério Marinho chegou a ser cogitado para substituir o ministro Paulo Guedes que mostra impaciência com o governo Bolsonaro. O presidente convenceu a Guedes continuar no cargo por mais algum tempo.

DEFINIÇÕES

Ainda não há definição sobre os cargos que cada um disputará. Entretanto, os ministros Rogério Marinho e Fábio Faria mostram-se menos intransigentes quando se fala em acomodações para disputa dos cargos de governador e senador nas próximas eleições.

ALIANÇA

O que se sabe é que o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira de Souza, está mais próximo do pensamento político de Rogério do que de Fábio Faria. A dificuldade dos dois que preferem disputar o cargo de senador parece mais flexível.

BOLSONARO

Ainda em relação aos dois ministros potiguares, a decisão final será do presidente Jair Bolsonaro que quer disputar a reeleição, no próximo ano, e terá que avaliar quem soma mais votos para sua candidatura, Marinho ou Faria.

COVID-19

A população brasileira está impaciente por conta da pandemia que teima em permanecer infernizando a vida de todos. A saúde está em colapso, mas há quem deseje o retorno de encontros que promovem aglomerações, como no caso dos templos religiosos.

MPRN

A Justiça tem opinado em vários aspectos, desde o início da pandemia. Por último, o MPRN entrou com ação civil público para que o Governo do Estado seja obrigado a permitir o retorno das aulas presenciais nas instituições de ensino públicas e privadas, estaduais e municipais.

PRIORIDADES

A Justiça determinou que a prefeitura do Natal e o Governo do Estado se abstenham de modificar a ordem dos grupos prioritários para a imunização. Qualquer modificação somente poderá ser definida pelo Ministério da Saúde.

ASSEMBLEIA

Hoje, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte prorroga o teletrabalho até o dia 16 de abril. Os trabalhos da Assembleia continuarão de forma remota, através do teletrabalho e das reuniões e sessões por videoconferência.

VACINAÇÃO

A Secretaria Municipal de Saúde continuou o processo de vacinação no final de semana. É uma medida acertada, tendo em vista que não se pode ainda afirmar que a pandemia está em fase de desaceleração.

DESCUIDO

Por outro lado, a Secretaria Municipal de Saúde chama a atenção de 470 mossoroenses que receberam a primeira dose  mas ainda não retornaram à Unidade Básica de Saúde (UBS) para tomar a segunda dose da vacina Coronavac.

PREVISÃO

Levantamentos realizados por Universidades do sul do país alertam que, até o final do mês de maio, poderá haver um novo surto da pandemia do covid-19, com registro de mais de 5.000 mortes diárias.

 

 

.