Notas da Redação

MODELO

Allyson é diplomado prefeito de Mossoró.

Pelo comportamento do prefeito Allyson, em seus primeiros dias de gestão, fica a certeza de que ele adotará o atual modelo político presidencial. Será um Bolsonaro municipal.

INEXPERIÊNCIA

Pelas delações extemporâneas de alguns dos atuais secretários a impressão que se tem é que estão despreparados para a função. Outros, desconhecem que o serviço público é diferente da iniciativa privada. É só observar para constatar.

DEMISSÕES

No serviço público, é normal a exoneração de cargos comissionados quando o gestor eleito assume o cargo, sobretudo se foi candidato de oposição. Mas, a prefeitura de Mossoró demitiu funcionários que já estavam demitidos dos cargos, e até mulheres grávidas.

IMPASSE

Por conta dessas demissões, o Centro e Atendimento à Covid-19, que funciona na Escola Municipal Raimundo Fernandes, não funcionou por falta de servidores. O prefeito exonerou e ainda não readmitiu os funcionários.

RISCO

A situação é mais grave quando existe a perspectiva do aumento de casos de contaminação na cidade. A UPA BH, referência para Covid-19, registra aumento acentuado de pacientes om queixas compatíveis com coronavírus.

ÁGUA

A CAERN ainda não conseguiu solucionar o problema com o poço de abastecimento de água de Tibau. Ontem, em consequência da situação, faltou até mesmo água mineral para consumo. Os veranistas mandaram buscar seus botijões em Mossoró.

APOIO

A diretoria da CAERN está fazendo, hoje, nova tentativa de resgate da bomba que mergulhou no poço. Empresas que trabalham em poços de petróleo darão apoio suplementar à operação.

RAIOS-X

A população recama da falta de funcionamento do aparelho de raios X na UPA do BH. O exame radiológico, facilitaria a autorização de encaminhamento dos casos de fratura para o hospital Tarcísio Maia. O paciente fraturado não é mais atendido diretamente no HRTM.

SERINGAS

O presidente Bolsonaro mantém seu comportamento arredio em relação à vacina contra a Covid-19. Agora suspendeu a compra de seringas “até que os preços voltem à normalidade”. Afirma que estados e municípios têm estoques suficientes para o início da vacinação.

PODERES

Assustados com a indiferença de Bolsonaro com a situação de risco pela covid-19, os demais Poderes convocaram reunião conjunta para hoje à tarde entre o Legislativo, judiciário e Executivo. Só mesmo no Brasil acontece esse tipo de complicação.