Ney Lopes: Deus é brasileiro!

Ao final de semana tumultuada no país, a sensação é que Deus é mesmo brasileiro. Acalmaram-se os ânimos militares, com a nomeação de ministro e comandantes das Forças Armadas, todos nomes confiáveis e sensatos. A palavra de ordem na categoria é somar esforços no combate a pandemia e manter os quartéis distantes da política. As três Armas honram as suas tradições.

Conselho – Sobre a participação do presidente Bolsonaro nos últimos episódios, espera-se que ele finalmente siga o conselho de Confúcio: “o silêncio é um amigo, que nunca trai”.

Políticos – A classe política vem dando inegável contribuição positiva na superação de crises. Todavia, não se justifica a destinação de R$ 16 bilhões para verbas parlamentares, aprovada no Congresso

Prioridade – O correto é que 100% das emendas sejam destinadas ao combate a Covid 19. O valor deveria somar-se a outras rubricas, numa contabilidade única. Ainda há tempo.

Manifesto- Pré-candidatos à Presidente divulgaram manifesto político. Pouco significado para 2022. Só terá importância, se existir programa consistente para o país. O eleitor espera propostas e planos concretos. Está cheio de “bláblá-blá”.

Olho aberto

Candidatos I – No RN falam-se em nomes nas eleições majoritárias de 2022. Para o governo, a governadora disputará a reeleição, com o prefeito Álvaro Dias, se aceitar candidatar-se.

Governador ou Senador – O ministro Rogério Marinho e o deputado Ezequiel Ferreira são colocados como alternativas para o governo e o senado.

Senado I – Na lista estão o ministro e genro de Sílvio Santos, deputado Fábio Faria; ex-senador José Agripino, que confia no apoio de Ciro Gomes, caso o pedetista se coligue ao DEM e Garibaldi Alves, que admite a deputação estadual.

Senado II – O ex-prefeito Carlos Eduardo é outro candidato.  Já se lançou, o empresário milionário Luiz Roberto Barcelos, que deixou SP e pretende eleger-se senador pelo RN.

Indagação I – Sempre recebo indagações, se toparia ser candidato ao Senado em 2022. Respondo que sim. Afinal, sou da geração dos demais pretendentes. Dependo, entretanto, de conseguir uma “legenda”, compatível com o que defendo. Todos conhecem a minha vida pública e a experiência de 24 anos no Congresso, com projetos, missões nacionais, internacionais e defesa permanente do RN.

Indagação II – O meu projeto político seria prestar contas do que realizei como deputado federal, para julgamento do eleitor. A única promessa é continuar o parlamentar, que sempre fui. Ganhar, ou perder faria parte do processo eleitoral. O importante é não omitir-se.

Quem Lula ouve – O ex-presidente fala diariamente com Aloizio Mercadante, Alexandre Padilha e Celso Amorim. No círculo lulista, também opinam Haddad e o economista Luiz Gonzaga Belluzzo

Reeleição – O presidente estaria convencido, que o “Patriotas” é um partido pequeno, sem recursos. Procura outra legenda para definir-se em abril.

Doação – Papa Francisco liberou ajudas para o Brasil. O Pontífice criou o Fundo para as áreas de missão afetadas pelo vírus e fez doação inicial de 750 mil dólares.

Animal – Criada na Rússia, a primeira vacina contra a covid-19 para animais, testada com sucesso em cães, gatos, raposas e outros animais.

USA -Donald Trump lançou um website, onde glorifica os quatro anos do seu mandato, o que está longe de corresponder aos fatos. O site é  45office.com .

Imposto – Para combater a Covid, 83 bilionários do mundo assinaram carta, solicitando aos governos que cobrem mais impostos dos ricos.

Feliz Páscoa para o leitor e família!

Ney Lopes – jornalista, ex-deputado federal, professor de direito constitucional da UFRN e advogado