NEM realiza programação pelo fim da violência contra as mulheres

O Núcleo de Estudos sobre a Mulher (NEM) Simone de Beauvoir, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), realiza hoje atividades em alusão ao Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Mulher. Às 8h, acontece o cortejo feminista pelo fim da violência contra as mulheres, no Campus Central da Uern, com apresentação de esquete teatral e debate pelo fim das violências.

O cortejo segue rumo à Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), onde, às 11h, será realizado ato público pelo fim das violências às mulheres. A partir das 16h, a Praça do Pax será palco da “Blitz feminista contra o machismo e pelo fim das violências contra as mulheres”, quando serão entregues folhetos abordando os diferentes tipos de violência enfrentados pelas mulheres.

Durante a blitz também serão dadas orientações sobre quais ações podem ser tomadas em caso de violência contra a mulher, como telefones de denúncia e atendimento em delegacias especializadas. Ontem, a sala do NEM foi usada para oficina de confecção dos cartazes a serem usados nas atividades de hoje.

No ano passado, o cortejo feminista foi realizado na avenida Presidente Dutra e abordou temas como o feminicídio, tipificado como crime hediondo a partir de Lei 13.104, sancionada pela presidente Dilma Rousseff no dia 9 de março deste ano, um dia após se comemorar o Dia Internacional da Mulher.

Com a aprovação da Lei tipificando o feminicídio, casos de violência ou discriminação contra a mulher por sua condição de gênero passam a ser encarados como qualificadores do crime. Em caso de morte da mulher vítima de violência, o homicídio passa a ser classificado como qualificado, com pena que varia de 12 a 30 anos.