Município salineiro completa 88 anos de Emancipação Política

AREIA BRANCA – Nesta quinta-feira, 22, o município de Areia Branca completa 88 anos de Emancipação Política. Como acontece ao longo dos anos, um dos pontos altos das festividades alusivas à data será o desfile cívico com participação das escolas das redes estadual, municipal e privada, além de outros órgãos e representações do governo municipal.

O desfile começa às 16h, com concentração das autoridades no palanque oficial armado no largo da Praça da Conceição, próximo ao Palacete Municipal.

Antes do desfile, às 8h, na Igreja Matriz, haverá missa em ação de graças pelo aniversário da cidade e sessão solene da Câmara Municipal, às 9h, no Caravelas Clube.

Como acontece habitualmente, o desfile sai da avenida Deputado Manoel Avelino e percorre a rua Coronel Fausto, Praça da Conceição e rua Coronel Liberalino. Embora toda a extensão da rua até o cruzamento com a Calafates esteja livre para passar os pelotões, muitos se dispersam nas proximidades do Palácio Tiradentes, sede do Legislativo municipal, no cruzamento com a Joaquim Nogueira.

Data da comemoração é alvo de divergência

De acordo com os historiadores, o Decreto nº 10, de 16 de fevereiro do ano de 1892, da Junta Governativa do Estado do Rio Grande do Norte e aclamado pelo povo, Exército e Armada, eleva a povoação de Areia Branca ao predicamento de vila, sede do novo município. E a 31 de março de 1892 foi instalado o município de Areia Branca.

Nesse ato tomaram posse os intendentes nomeados perante o Presidente da Intendência Mossoró, Manoel Cirilo dos Santos, que veio especialmente para presidir a instalação do novo município.

A Junta Governativa do Estado nomeou intendentes: Manoel Lúcio de Góis, Augêncio Virgílio de Miranda, João Vicente Filgueira, Alexandre Soares do Couto e André Figueiras Leão. Como Presidente Augêncio Virgílio de Miranda. Empossados pelo Decreto nº 13 de agosto de 1892, assinado pelo Governador do Estado.

Alguns pesquisadores indicam que o correto seria festejar o aniversário da cidade a partir de 16 de fevereiro de 1892 e não a partir de 24 de outubro de 1927, data em que a sede municipal foi elevada da categoria de cidade, pela Lei nº 656.

Considerando essa ordem cronológica, ao invés de 88 anos, os areia-branquenses estariam comemorado nesta quinta-feira, exatos 123 anos de Emancipação Política.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes a 2015, o município conta hoje com pouco mais de 27 mil habitantes.