Ministro da Educação, Abraham Weintraub anuncia saída do governo Bolsonaro

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou na tarde desta quinta-feira (18) que está de saída do governo de Jair Bolsonaro. Ele fez o anúncio em um vídeo publicado no Twitter, ao lado do presidente.

A queda vem depois de uma série de participações do ministro em manifestações antidemocráticas, principalmente contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo fontes do Palácio do Palácio, as declarações dele irritaram o governo. Para não criar mais atritos com o STF, então, Bolsonaro teria buscado uma “saída honrosa” para ele.

Weintraub balançava no cargo desde que sugeriu prender os “vagabundos” da Suprema Corte,  durante a reunião do dia 22 de abril entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seus ministros.

O ministro deixa o cargo após inúmeros retrocessos, como erros graves no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e atravancadas ao Fundo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

Seu último ato foi a revogação de portaria que estabelecia cotas nos cursos de pós-graduação, na madrugada desta quinta-feira (18).