Metade dos mossoroenses usará 13º salário para pagamento de dívidas

Segundo pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte (Fecomércio/RN), através do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), 50,2% dos mossoroenses pretendem usar o 13º salário para pagar dívidas. O estudo levantou ainda que somente 16,3% dos trabalhadores pretendem usar o abono de fim de ano para compras, outros 5% devem guardar a verba para as despesas do mês de janeiro.

Dos mossoroenses ouvidos, 40,8% pretendem diminuir os gastos com compras neste final de ano em comparação com montante desembolsado no ano passado. Em média, os mossoroenses planejam gastar R$ 369,47 com presentes, valor inferior ao registrado em 2014, de R$ 392,87. Entretanto, a Fecomércio informou que, diante do atual cenário de redução de vendas no comércio, o montante é encarado como fator positivo.

Ainda com relação à compra de presentes, 35,2 % dos mossoroenses pretende gastar entre R$ 100 e R$ 200 com itens para outras pessoas, 31,2% afirmou gastar na faixa de R$ 200 a R$ 500. Para 15,9% dos entrevistados, o valor investido em presentes será de R$ 50 a R$ 100. O grupo de 4,8% dos trabalhadores afirmou que gastará, no máximo, R$ 50 para presentear terceiros, já 11,3% planeja gastar acima de R$ 500 e 1,6% não determinou o montante a ser gasto.

Na lista de final de ano, itens de vestuário representam 60,2% das intenções de compra. Os brinquedos aparecem em segundo lugar com índice de 22% e logo após vem os perfumes com 13,4% de indicação pelos consumidores. Dos mossoroenses ouvidos, 54,6% vão presentear os filhos, 38,7% darão presentes a esposo, mulher, namorada ou namorado.

O comércio de rua foi o mais apontado como local de compras dos mossoroenses, com 67,7% das indicações devido à variedade de produtos e preços mais baixos. Os shoppings serão a alternativa para 17,3% dos consumidores. A maioria dos entrevistados, 53,5%, pretende ir às compras na semana que antecede o Natal.

Motivados pela preocupação com o controle de gastos, 70,3% dos mossoroenses pretendem pagar as compras de final de ano à vista em dinheiro. Para 43,8% dos entrevistados, as promoções são o principal critério na hora de escolher um produto. O bom atendimento foi elencado como decisivo por 32,6% dos consumidores, seguido pelos descontos, apontados por 29,4% da amostra da pesquisa.

Estudo revela que 37,2% dos mossoroenses pretendem sair da cidade no período de fim de ano

O IPDC levantou ainda que 13% dos mossoroenses planejam investir o 13º e mais 12,6% depositarão o dinheiro extra para a poupança. Em tempo de festas e férias escolares, 2,8% dos ouvidos na pesquisa destinarão o abono para viagens. No entanto, 37,2% dos entrevistados pretendem sair da cidade no período que compreende o Natal e o Ano Novo.

Entre destinos apontados pelos mossoroenses para as viagens, 44,4% dos trabalhadores irão para o litoral do Estado. Já 33,2% dos mossoroenses viajarão para outro estado, 18,7% pretendem viajar para outras cidades no interior do RN. O carro foi o meio de transporte apontado por 71,9% dos mossoroenses para as viagens de final de ano, seguido por avião com 11,9%, táxi com 5,9% e ônibus com 5,9%.

Para a pesquisa, foram entrevistadas 500 pessoas maiores de 18 anos em Mossoró entre os dias 14 e 16 de outubro. Um dado negativo apurado pelo IPDC foi de que 52,8% dos mossoroenses ouvidos não recebem 13º salário.