Manifestantes bloqueiam vias em protesto contra aumento da passagem de ônibus

Manifestantes realizaram ontem protesto contra aumento de 50% na tarifa do transporte público mossoroense. O grupo iniciou concentração na Praça do Pax e bloqueou a ponte da avenida Presidente Dutra, no trecho de acesso ao Alto de São Manoel, liberando a via após intervenção da Polícia Militar (PM). Com cartazes criticando o aumento da tarifa dos atuais R$ 2 para R$ 3, os integrantes do ato questionam os critérios para o encarecimento do serviço.

“Não há justificativa para um aumento tão grande na passagem em Mossoró. A cidade tem poucos ônibus e as linhas são curtas, não tem cabimento pagarmos mais caro do que se paga em cidades de mesmo ou maior porte, como Campina Grande, Juazeiro do Norte ou Natal”, disse o estudante Júnior Medeiros.

Outros pontos questionados pelos manifestantes foram a falta de integração entre as linhas e a má qualidade do sistema de transporte público mossoroense. Eles ressaltam que, devido às alterações feitas nas linhas e falta do sistema de integração, trabalhadores e estudantes acabam tendo de pegar mais ônibus.

“Com o aumento da passagem para R$ 3, vou gastar R$ 12 por dia com transporte, isso é um absurdo. Já os estudantes vão ter de pagar R$ 6, esses valores são insustentáveis. A qualidade do serviço não melhorou e nada do que foi prometido para o sistema de transporte público foi cumprido. Era melhor quando circulavam as empresas antigas”, conta a vendedora Eduarda Oliveira.

Em nota, o secretário municipal de Mobilidade, Charlejandro Rustayne, declarou que o aumento no valor da passagem foi motivado pelo preço do combustível e baixa demanda dos usuários locais.
Segundo informações da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), a alteração no preço da passagem dos ônibus será publicada no Jornal Oficial de Mossoró (JOM) de amanhã, 20.

Em maio deste ano, a Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) anunciou que o novo sistema de transporte público contaria 35 ônibus, equipados com ar-condicionado e acessibilidade. Outra promessa foi a construção de 48 abrigos de passageiros.

Passados seis meses da veiculação da propaganda sobre as mudanças no transporte público, nenhuma parada de ônibus foi construída e a frota em circulação na cidade, conforme informa a PMM, só atinge 30 veículos nos horários de pico, baixando a oferta de veículos para os usuários na maior parte do dia.

Tarifa do transporte público deverá chegar a R$ 3,50 no próximo ano

O estabelecimento do preço de R$ 3 para a tarifa dos ônibus em Mossoró já havia sido anunciado em audiência realizada na Câmara Municipal de Mossoró (CMM) no dia 28 de setembro deste ano. No entanto, um novo aumento está por vir, pois, na época, o então secretário de Planejamento, Josivan Barbosa, afirmou que, com a chegada de uma nova empresa para operar o sistema de transporte no município, a passagem passaria para R$ 3,50.

O último aumento no preço da passagem de ônibus em Mossoró ocorreu em 2013, quando a tarifa passou de R$ 1,80 para R$ 2. Desta forma, caso seja cumprido o aumento para R$ 3,50 no próximo ano, a tarifa em Mossoró acumulará aumento de 94,44% em três anos. O encarecimento da tarifa é reforçado ainda pela previsão da PMM de reajustar a passagem em 10% a cada ano.

Com o aumento, a tarifa de ônibus em Mossoró passa a ser mais cara que a praticada em Natal, onde a passagem custa R$ 2,65. Se comparada à cobrança da passagem em Juazeiro do Norte (CE), de R$ 1,90, a tarifa mossoroense torna-se ainda mais cara, fator criticado pelos usuários do sistema de transporte público local.