Mais de quatro mil mídias foram apreendidas pela DP de Defraudações no bairro Barrocas

Equipe da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) apreendeu ontem mais de quatro mil mídias pirateadas durante uma operação no bairro Barrocas. Um homem responsável pelo laboratório clandestino foi preso em flagrante.

Segundo informações repassadas pelo delegado José Vieira Castro, as investigações já vinham sendo feitas há 15 dias e na manhã de ontem, durante uma abordagem ao laboratório de mídias clandestinas, na rua Venceslau Brás, foram encontrados quatro mil DVDs e CDs piratas, prontos para a comercialização. Além do material óptico, foram apreendidas três torres de gravações, computadores e mídias virgens para serem gravadas.

“A produção estimada em 140 mil CDs e DVDs mensais, que eram distribuídos no valor de dois reais cada em toda a cidade, rendia ao proprietário quase R$ 300 mil, sem pagar qualquer tipo de imposto. Após a identificação do suspeito José Carlos Pereira Costa, 33, acreditamos ter dado uma grande baixa no mercado da pirataria em Mossoró”, explicou o delegado Vieira.

José Carlos foi autuado e, após pagar fiança no valor aproximado de R$ 1.000,00, liberado.