Lázaro Barbosa é morto pela polícia após 20 dias de perseguição

Cerca de 300 homens das forças de segurança de Goiás, procuravam o fugitivo.

Após 20 dias de intensa perseguição na região de Cocalzinho (GO), foi morto na manhã desta segunda-feira (28) o preso Lázaro Barbosa (32). Acusado de uma série de crimes.

A primeira informação, divulgada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), era de que Lázaro havia sido preso, porém, há poucos minutos o diretor da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), Alexandre Ramagem, divulgou a morte do foragido, segundo ele, “em confronto ao resistir à prisão”.

Já circulam nas redes sociais vídeos e fotos de Lázaro alvejado com diversos tiros e do momento em que é colocado numa ambulância pelos policiais. Cerca de 300 homens das forças de segurança de Goiás estavam à procura do criminoso.

Postagem de Alexandre Ramagem, diretor da ABIN.