Laíre Rosado: Mandetta em situação incômoda

Como médico, posso afirmar que o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro foi, no mínimo, irresponsável. Pregar o fim do isolamento e a volta da normalidade, alegando que a pandemia do Corona-19 não passa de uma “gripezinha”, foi totalmente equivocada.

O presidente da República desmentiu a própria agenda do seu governo, quando o ministro da Saúde, Mandetta, orienta o brasileiro a tomar as precauções que, aliás, são as determinadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Bolsonaro agrediu, nesse pronunciamento, a imprensa, governadores, prefeitos e profissionais de saúde que se empenham para conter a pandemia que já levou à morte milhares de pessoas, em todo o mundo.

No governo, o ministro Luiz Henrique Mandetta, ficou em situação desconfortável ou, até mesmo, insustentável. O discurso de Bolsonaro desautoriza tudo que o ministro tem feito até hoje. Bolsonaro considera que o tom adotado pelo ministro da Saúde tem gerado histeria e que, no momento, o papel do poder público deveria ser de acalmar a população, não o de estimular o pânico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *