“Lá se vão….”

Nós hoje estamos no dia 27 de dezembro de 1971, numa solenidade de colação de grau dos concluintes da Uern, solenidade que foi realizada no adro da Catedral de Santa Luzia com a presença do ministro da Educação da época, Jarbas Passarinho. A foto me foi cedida por Paulo Menezes que, por sua vez, lhe foi doada por dona Edy Moura. A oradora dessa turma concluinte  foi  a  minha esposa Maysa Almeida Costa.  E,   nosso casamento    (meu e de Maysa)  havia              acontecido no dia anterior (26.12.1971). Vamos então identificar  as  eminentes figuras que estão em destaque. Na primeira fila: Joaquim Felício “Quinca” Moura, Elder Heronildes, Lauro da Escóssia, Francisco Fernandes Sena. Na segunda fila: padre Canindé dos Santos (Assu), padre Huberto Bruenning, vereador Aldivan Honorato, Gabriel Negreiros, Antonelli Nascimento, Noguchi Rosado e na terceira fila só identifiquei a senhora Elenir Fernandes, esposa de Carlos Alberto Costa  Barbosa.  E, se esse registro se deu em 1971 a gente logo deduz que lá se vão…44 anos…no túnel do tempo da história mossoroense. Um adendo: nesta solenidade minha esposa Maysa Almeida Costa foi a oradora oficial em nome da turma concluinte dos diversos cursos da Uern.

PRAÇA
Aquele espaço da cidade de Mossoró que um dia o então prefeito João Newton da Escóssia reservou para uma homenagem à memória de Francisco de Almeida “Cocota” Lopes chamando-a de Praça dos Seresteiros, hoje em dia está abandonada, suja, malcuidada e só restam alguns poucos sinais de que aquilo foi realmente uma praça.

SERVIÇO SOCIAL
Para colocar as coisas no seu devido lugar o serviço social da Prefeitura de Mossoró (ainda existe?) deveria fazer, urgentemente, um trabalho naquele local levando para outro local diversos moradores de rua que habitam ali. Feito isso, o prefeito Francisco José da Silveira Júnior deveria desengavetar o projeto de reforma daquela praça elaborado em gestões passadas e que foi arquivado.

ESFORÇO
O presidente da CDL, Getúlio Vale, está empreendendo um esforço extra para tentar botar no ar a campanha “Liquida Mossoró” na tentativa de impulsionar as vendas de fim de ano. Mesmo sem contar com a ajuda oficial, Getúlio está gestionando junto à prefeitura para ver se recebe verbas atrasadas de Liquidas anteriores para viabilizar e colocar o deste ano prá frente.

PRESSA
Diz o ditado popular que o apressado come cru. Referindo-me à sucessão municipal do próximo ano em Mossoró há muitas dúvidas e incertezas pairando no ar. Portanto, de nada vão adiantar os balões de ensaio com o lançamento antecipado de nomes para a sucessão. Tudo a seu tempo.
PAULO COSTA
A arte expressa por Paulo Costa na fotografia, e que rendeu uma vistosa exposição de parte dos seus trabalhos no Memorial da Resistência, ganhou destaque na Uern TV que exibiu um farto e muito bom material historiando desde o tempo em que Paulo se entusiasmou com a fotografia até os dias atuais, onde seu trabalho continua se aperfeiçoando sempre e sempre mais.

TV CÂMARA
Na sexta-feira pp. foi que a história veio à tona mediante relato do jornalista Carlos Santos. O Ministério Público do RN acompanhou todos os detalhes da sessão da Câmara Municipal de Mossoró pela TV Câmara, onde se aprovou a antecipação dos royalties para a Prefeitura.