Itep registra 10 assassinatos em Mossoró e região durante feriadão

Durante o feriadão de Natal, ocorrido entre os dias 25 e 27 de dezembro, a jurisdição do Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) de Mossoró registrou 15 mortes violentas, destas, 10 por assassinatos. Mossoró liderou a estatística dos homicídios, onde quatro pessoas foram mortas a tiros. Areia Branca e Apodi registraram dois assassinatos, além de Fernando Pedroza e Assu, um homicídio cada uma.

MOSSORÓ
O principal destaque dos assassinatos em Mossoró ficou por conta da morte do mecânico Francisco de Assis da Silva, 25, que havia sido arrancado de dentro de sua casa, por homens armados, na noite do dia 25 e encontrado morto a tiros, na noite do último domingo, em um matagal, nas proximidades da sede do DPRE (Departamento de Polícia Rodoviária Estadual), no bairro Santo Antônio.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo do mecânico teria sido encontrado por um popular.

Além de marcas de tiros, o Itep identificou marcas de espancamento no corpo da vítima, dando a entender que o mecânico teria sido surrado bastante ainda vivo. Familiares de Francisco de Assis relataram que ele foi raptado por quatro elementos armados e encapuzados, que chegaram em um veículo de cor e placa não identificados e o arrancaram de dentro de casa.

Também no final da noite de domingo, Francisco Nélio Matias de Souza, 54, foi executado com quatro tiros de escopeta calibre 12, em uma das vielas do bairro Ouro Negro. Quatro elementos chegaram em sua residência e o chamaram na porta, a vítima caminhou até a travessa Wilson Rosado, próximo de sua casa, e pouco tempo depois moradores escutaram os estampidos de tiros e avistaram o corpo.

Já no bairro Santo Antônio, na noite do último sábado, Jefferson Pedro Anolino Soares, o “Jeffinho”, 18, foi assassinado com seis tiros de revólver calibre 38, na rua Lira Tavares.

Por fim, Francisco Leôncio Matias da Costa, 42, foi morto a tiros na sexta-feira passada, no bairro Aeroporto. Ele trafegava de motocicleta quando foi surpreendido por dois elementos que também estavam de moto. Os elementos se aproximaram e atiraram.

Todos os crimes estão sendo investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios.

Assassinatos em Areia Branca e Apodi desafiam investigações policiais

Na noite do último domingo, dois jovens foram assassinados a tiros em via pública, na cidade de Areia Branca. Hiago Makson Nogueira Marques, 21, e Leandro Rodrigo Silva Souza, 20, foram mortos quando se encontravam nas proximidades da praia de Upanema.
Segundo a Polícia Militar, as vítimas trafegavam de moto quando foram surpreendidas por dois elementos que também estavam de moto. Os agressores já se aproximaram atirando.

As primeiras informações da Polícia Civil apontam que Hiago Makson era foragido da Justiça, acusado de assalto, e que Leandro pode ter sido morto por estar apenas na companhia dele.

APODI
Na cidade de Apodi, duas pessoas foram executadas a tiros, entre a noite do domingo e a madrugada de ontem. O primeiro homicídio aconteceu por volta das 22h do domingo, quando o pedreiro Francisco das Chagas Gama, 45, foi morto a tiros, em um bar localizado no Calçadão da Lagoa, ponto de encontro noturno da cidade. Dois elementos de moto teriam sido os autores do crime.

Ainda no município do Apodi, o agricultor Francisco Menezes Rebouças, 42, conhecido como “Neco”, foi assassinado a tiros dentro de sua casa, localizada na comunidade Laje de Meio, na chapada do Apodi.

Familiares informaram à polícia que quatro elementos chegaram em um carro Sandero, cinza, invadiram a casa e o executaram a tiros na frente de esposa e filhos. Os crimes estão sendo investigados pela Polícia Civil.