Ibama inicia investigação sobre lixo encontrado nas praias do litoral sul do RN

Órgão esclarece que fará essa investigação secundária, mas que a principal está a cargo do Estado

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) abriu uma investigação para apurar o lixo encontrado nas praias do litoral sul do Rio Grande do Norte. No último final de semana, cerca de 3,5 toneladas de resíduos sólidos foram recolhidos das praias de Baía Formosa, Canguaretama, Tibau do Sul e Nísia Floresta.

O órgão nacional destacou que a investigação trata-se de um acompanhamento secundário e que a investigação principal, neste momento, está sob o comando dos órgãos estaduais. O Ibama ainda recomendou a limpeza das praias e não forneceu mais detalhes sobre o caso.

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) emitiu nota técnica com orientações para os quatro municípios que registraram grande quantidade de lixo na faixa de areia de suas praias. Entre os itens estão seringas, tubos para coleta de sangue, documentos, restos de roupas, fragmentos de madeiras, garrafas pets, recipientes plásticos, isopor, sacos e máscaras descartáveis. Parte dos materiais deve ser guardado para auxiliar nas investigações.