História: a campanha do Diretas Já

Em 1985, milhares, milhões de brasileiros iam às ruas exigir eleições diretas para presidente da República

Em 1985, milhões de brasileiros iam às ruas exigir eleições diretas para presidente da República. Desde 1959, quando Jânio Quadros foi eleito para suceder Juscelino Kubitschek – até o fim do regime militar que governou o País durante 21 anos, de 1964 a 1985 – o povo não escolhia com seu próprio voto quem iria ocupar a principal cadeira do Palácio Planalto.

A Emenda Número 11, proposta pelo deputado de Mato Grosso, Dante de Oliveira, acabou não sendo aprovada no Congresso. Mas deixou profundas marcas na história da democracia. Com Doutor Ulysses Guimarães à frente, a campanha levou ao palanque um sem número de outras lideranças importantes do cenário nacional. E também, multidões de brasileiros que foram apoiar o Diretas Já, como esse comício no Vale do Anhangabaú, em São Paulo.

 

A foto é de Orlando Brito, um dos mais conhecidos e premiados fotógrafos do país, nascido em Minas e que chegou a Brasília ainda menino, no início de sua construção, em 1956. Fez viagens por mais de 60 países, em coberturas presidenciais, papais e esportivas, como Copas do Mundo e Olimpíadas. Tem seis livros publicados e quatro outros no prelo. Recebeu vários prêmios, entre eles o Press Photo do Museu Van Gogh. de Amsterdã. Onze vezes Prêmio Abril de Fotografia. Bolsa da Fundação Vitae, de São Paulo, em 1991. Várias exposições individuais e obras no acervo de diversos museus do mundo.

Fonte: Brasil 61