Grupo Escola de Artes Cênicas Cidade Viva estreia segunda-feira espetáculo “O Louco”

Com texto de Wilson Leite, o grupo Escola de Arte Cênica Cidade Viva sobe ao palco pela primeira vez na próxima segunda-feira com o espetáculo “O Louco”, um drama, com público definido a partir de 14 anos e que fica em cartaz durante uma semana.

Wilson Leite já atuou com figuras do cenário nacional como Cláudia Arraia e Antonio Fagundes, atualmente trabalha no Tribunal Regional do Trabalho, em Mossoró, onde começou a pensar a criação de uma escola de teatro. Numa dimensão menor, nasceu a companhia teatral Escola de Arte Cênica Cidade Viva, atualmente com mais de 40 componentes.

Para o ator Erivan Pereira, o propósito do grupo é bem maior que simplesmente atuar, mas, se possível também envolver e resgatar jovens de problemas cada vez mais presentes no dia-a-dia: “Vivemos num ambiente tão cheio de problemas. Nossos jovens envolvidos com drogas, prostituição e tantos outros males. Vamos levar nosso trabalho às escolas. Se não conseguirmos chegar a 100%, mas chegar ao mais próximo que pudermos”, comentou.

As senhas têm preço único de R$ 10, e podem ser adquiridas no Teatro Municipal Dix-huit Rosado.