Por quilometro rodado, o motorista gasta R$ 0,19 usando o GNV. Com a gasolina, o gastos é de R$ 0,35 e de R$ 0,43 com o etanol.

GNV apresenta economia de até 55% em relação a outros combustíveis no RN

O Gás Natural Veicular (GNV) mantém sua competitividade com relação aos demais combustíveis. Em pesquisa da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), tendo como base a coleta de preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na segunda quinzena de agosto, mostra que, no Rio Grande do Norte, a economia do GNV com relação ao etanol chega a 55%. Já com relação à gasolina, a economia é de 46%.

O estudo destaca que, por quilometro rodado, o motorista gasta R$ 0,19 usando o GNV. Esse valor sobe para R$ 0,35 com o uso da gasolina e R$ 0,43 quando o etanol é o combustível utilizado. O combustível é mais seguro, ecologicamente correto e ainda garante economia para o consumidor.

Além da economia, o uso do GNV ainda garante outras vantagens para o consumidor como maior segurança, já que o abastecimento do veículo é feito sem que o produto entre em contato com o ar, evitando possibilidade de combustão. Além disso, a queima do gás natural não promova depósitos de carbono nas partes internas do motor, aumentando sua vida útil e o intervalo de troca de óleo.

A pesquisa realizada pela Abegás utiliza como parâmetro os dados de consumo do Fiat Sena, fabricado com as três aplicações de combustíveis. Com ele, é possível percorrer 13,2 km com um metro cúbico de GNV, 10,7 km com um litro de gasolina e 7,5 km com um litro de etanol.