Givanildo Sales lembra primeira passagem no Baraúnas e espera dias melhores

No ato de sua apresentação oficial como treinador do Baraúnas para 2016, o treinador Givanildo Sales não se furtou a falar da primeira passagem que teve pelo clube mossoroense. Confiante na realização de uma missão diferente, ele lembrou que na vez anterior, no campeonato de ste ano, o técnico disse que não teve tempo hábil para formar a equipe a sua maneira.

Lembrou em sua fala o fato de haver pego o time na metade do campeonato, já com duas trocas de treinador, o que torna mais difícil a missão. Outro fator que pesou contra seu trabalho foi a crise financeira vivida pelo “Leão do Oeste”, o que representava ter que seguir na competição sem reforçar o elenco, situação impossibilitada também pelo regulamento e, sem dinheiro, o ambiente era completamente desfavorável.

Agora, começando o trabalho e, sem falar em crise financeira na entrevista, o treinador acredita que aumenta a responsabilidade, mas facilita para impor sua filosofia de trabalho. Depois da coletiva da segunda-feira, a missão no Baraúnas é começar a definir o plantel, com previsão de 28 jogadores, com apresentação marcada para o dia 10 de dezembro.