GCM avança no processo para porte de armas de fogo

Ontem (26) foi realizada uma vistoria na unidade

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Mossoró, recebeu uma equipe da Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (26). Os agentes federais realizaram a vistoria do prédio da corporação com objetivo de dar continuidade ao processo de porte institucional de arma de fogo da GCM.

Thiago Fernandes, comandante da GCM, mencionou que foram feitas adequações na unidade para garantir o armazenamento dos equipamentos em máxima segurança. “Fizemos todas as adequações necessárias no prédio da Guarda Municipal para o melhor condicionamento das armas e munições. Estamos aguardando o laudo técnico que está sendo elaborado pela Polícia Federal, com documento a favor, vamos avançar no treinamento de tiro da corporação”, disse.

“Está quase tudo pronto, essa vistoria faz parte do processo para institucionalizar o porte de armas da GCM. A Secretária de Segurança de Mossoró não mede esforços para dar maior condição de trabalho aos nossos guerreiros. Estamos valorizando a Guarda Municipal, qualificando os profissionais que lutam diariamente para proporcionar mais segurança para a nossa cidade. Já realizamos os exames psicológicos em boa parte de nossa corporação, estamos avançando conforme as fases do cronograma para institucionalizar o porte de arma da GCM. ”, destacou o secretário de segurança, Cledinilson Morais.

“É uma vitória grande da instituição. Há oito anos lutamos por esse porte, hoje estamos vendo que o sonho está se tornando realidade. O porte institucional de arma vai trazer para o guarda uma melhor condição de trabalho. É uma vitória da categoria, quem ganha é a população. Profissionais armados, bem treinados e valorizados para servir a população”, comentou Marcos, inspetor da GCM.

“O nosso trabalho de fiscalização é um trabalho bastante importante. Estamos na última fase, conhecendo as instalações e verificando as condições de segurança do prédio. Foi uma visita muito positiva, a Guarda Civil de Mossoró está bem estruturada e as condições de segurança são boas”, disse Marcos Nascimento, agente da Polícia Federal.