Foragido da Justiça assassinado a tiros

Na madrugada de ontem, o foragido Lázaro Nunes, 28, foi assassinado a tiros de pistola no bairro Santo Antônio. “Lazinho”, como era mais conhecido, bebia com dois amigos na calçada de sua casa, na rua Aoem Menescal, quando foi executado.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 4h, Lázaro Nunes foi surpreendido por dois elementos que chegaram de motocicleta e um deles desceu, conversou com a vítima e em seguida atirou contra ele. Lázaro Nunes foi atingido por dois tiros na cabeça e um no tórax, morrendo ainda no local. Os companheiros de bebida não foram atingidos.

A polícia acredita em acerto de contas como motivação do crime. Lázaro Nunes havia fugido do Complexo Penal Estadual Agrícola Mário Negócio (CPEAMN) no dia 19 de novembro de 2012, quando 23 detentos escaparam do regime fechado, por meio de um túnel. “Lazinho” era condenado a 16 anos de prisão por assalto à mão armada.

Corpo de adolescente encontrado com marcas de espancamentos e tiro na cabeça no assentamento Paulo Freire

Na manhã do domingo (13), moradores encontraram dentro de um matagal, no Assentamento Paulo Freire, zona rural de Mossoró, às margens da BR-304, saída para Natal, o corpo de um adolescente com sinais de espancamento e já em avançado estado de decomposição. Familiares reconheceram o cadáver como sendo do adolescente João Vitor de Freitas Dias, 17, que havia sido tirado de sua casa, no Papoco, no dia 8 deste mês.

De acordo com a PM, no dia em que desapareceu, João Vitor estava em casa, quando foi rendido por homens que estavam em um veículo e colocado no porta-malas do carro e não mais foi visto por ninguém.

A perícia do Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) identificou as causas da morte do adolescente com uma perfuração de objeto cortante no abdômen, hematomas diversos pelo corpo e um tiro na cabeça.